Ginjinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estabelecimento de ginjinha, em Lisboa.
Garrafa de ginja de Alcobaça.

Ginjinha, ou simplesmente ginja, é um licor obtido a partir da maceração da fruta da ginja (nome científico Prunus cerasus), similar à cereja, muito popular em Portugal, especialmente em Lisboa, em Óbidos,[1] [2] em Alcobaça[3] e no Algarve.

É costume servi-la com uma fruta curtida no fundo do copo, popularmente dito "com elas", ou, quando pura, "sem elas".

Estabelecimentos especializados (Lisboa)[editar | editar código-fonte]

Ginja de Alcobaça[editar | editar código-fonte]

Na cidade de Alcobaça, produz-se desde 1930 o licor de Ginja M.S.R., segundo um processo artesanal, usando ginjas frescas, colhidas na região, que outrora se encontrava intimamente ligada à Ordem de Cister.[3]

A receita actual do licor inspira-se em receitas antigas dos monges de Cister, usando apenas produtos naturais, sem quaisquer conservantes artificais.[3]

Possui uma cor rubi, com um sabor intenso a ginja, podendo ser consumido a qualquer momento ou no fim de uma refeição, como digestivo.[3]

Ginja de Óbidos[editar | editar código-fonte]

O processo de produção começa nos ginjais da região, onde o fruto é colhido na fase certa de maturação. Após um processo de maceração que dura no mínimo um ano, é extraído o licor decorrente do processo sem recorrer a corantes ou conservantes artificiais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre bebidas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.