Giovanni Bórgia (Infante Romano)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Giovanni Bórgia, o Infante Romano ("o Menino de Roma") (março de 1498-1548), foi alegado por inimigos dos Bórgias como sendo o filho de Lucrécia Bórgia, mas foi provavelmente um filho ilegítimo do próprio Papa. O Papa Alexandre VI emitiu duas bulas papais, ambas em 1 de setembro de 1501, e em cada uma das quais é atribuído um pai diferente a Giovanni Bórgia.[1] A primeira destas bulas, declara o menino como um filho bastardo de Cesare Borgia, solteiro no momento, e uma mulher (desconhecida como era típico em tais casos), também solteira. A segunda declara o menino, em vez disso, filho do Papa Alexandre.[2] A segunda bula aparece para completar e corrigir a primeira. O papa estava proibido pelo direito canônico de reconhecer publicamente filhos e não queria que Giovanni Borgia sofresse em sua herança como uma consequência[3] . Precisamente na mesma data, os arranjos finais foram feitos um para noivado de Lucrezia Borgia com Afonso I d'Este, duque de Ferrara.

Também tem sido sugerido por historiadores que Giovanni Bórgia foi um filho de uma suposta da relação incestuosa entre Lucrezia Borgia quer com seu irmão Cesare ou com seu pai, o Papa Alexandre VI.

O Papa Alexandre VI, em duas bulas excomungou os membros das famílias Savelli e Colonna e confiscou suas propriedades, nomeando, desta forma, Giovanni Borgia como herdeiro do ducado de Nepi[2] , uma propriedade importante para a família Bórgia; e também duque de Palestrina em 17 de setembro de 1501. Giovanni Bórgia ostentou vários outros títulos, incluindo o senhorio de Vetralla, mas nunca conseguiu tomar posse de seus títulos. Depois de uma carreira servindo como um funcionário menor na Cúria Papal e na corte da França, ele não conseguiu ganhar muito poder e acabou por morrer relativamente desconhecido, com três filhas que herdaram seus títulos.

Faleceu na cidade de Gênova, em novembro de 1548. Quando morreu, era embaixador do Papa Paulo III.

Referências

  1. A Verdadeira América Vol. I. [S.l.]: René Haurón. 9788574933023.
  2. a b George L. Williams. Papal Genealogy: The Families And Descendants Of The Popes. [S.l.]: McFarland, 2004. 261 pp. p. 60. ISBN 0786420715.
  3. Rafael Sabatini. The Life of Cesare Borgia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]