Giovanni Pascoli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giovanni Pascoli
Nascimento 31 de Dezembro de 1855
San Mauro Pascoli, Itália
Morte 6 de Abril de 1912
Bolonha, Itália
Nacionalidade Italiano
Ocupação Poeta

Giovanni Pascoli (San Mauro Pascoli, Itália, em 31 de Dezembro de 1855 - Bolonha, Itália, em 6 de Abril de 1912) foi um poeta italiano e um especialista clássico. Após ter uma infância trágica, com o assassinato de seu pai, com a morte prematura de sua mãe e de dois irmãos, ele se mudou de sua cidade natal para Rimini, onde começou a participar de demonstrações socialistas, o que levou a uma breve prisão em Bolonha. Giovanni se formou na Universidade de Bolonha em 1882 e começou a lecionar em colégios de Matera e Massa. Enquanto isso, ele começou a colaborar com a revista Vita nuova, que publicou seus primeiros poemas que mais tarde seriam reunidos no livro Myricae. Após trabalhar em várias outras cidades italianas ele adoeceu e morreu de câncer de fígado em Bolonha.

Devido à sua infância trágica, seus poemas sempre eram pessimistas, mesmo estando numa época de positivismo e cientificismo. Entre suas obras, pode-se citar Myricae (1891), Canti di Castelvecchio (1903), Odi e inni (1906) e Poemi del Risorgimento (1913).[1] [2]

Referências

  1. Garboli, Cesare. Poesie e prose scelte di Giovanni Pascoli. Milan: Mondadori, 2002.
  2. Piromalli, Antonio. La poesia di Giovanni Pascoli. Pisa: Nistri Lischi, 1957.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Giovanni Pascoli
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.