Gita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gita é uma canção composta pelo cantor e compositor brasileiro Raul Seixas e pelo escritor Paulo Coelho lançada originalmente em 1974[1] .

Seu título faz alusão a um dos textos sagrados do hinduísmo, o Bhagavad-Gitā. Faixa-título do quarto disco de Raul, ganhou disco de ouro e é considerada um dos clássicos do compositor. Ocupou o décimo-segundo lugar nas paradas de sucesso do ano de seu lançamento, e foi gravada posteriormente por Maria Bethânia (em show com Chico Buarque de Holanda), RPM e Rita Lee, e a dupla sertaneja Milionário & José Rico.

O videoclipe, gravado para o programa Fantástico, da TV Globo, é considerado um dos primeiros números musicais em cores da história da televisão brasileira[2] . Raul Seixas relançou a música, com letra em inglês e o título I Am, no disco Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!, de 1987.[3] .

Em 2009, foi escolhida pela revista Rolling Stone como uma das 100 maiores músicas brasileiras figurando o 72° lugar[4] [5] .

A canção faz parte da trilha sonora nacional da novela Mulheres de Areia e foi música-tema da abertura de Brida em 1998 na Rede Manchete.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.