Giuseppe Sanmartino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Giuseppe Sanmartino (Nápoles, 1720Nápoles, 1793) foi um escultor italiano.

Sanmartino teve uma longa e fecunda carreira. Algumas de suas criações estão expostas no Museu de San Martino em Nápoles.

No entanto, ele é considerado uma das maiores personalidades artísticas dos Setecentos italiano pela escultura Cristo velado, produzida em mármore em 1753 para a capela de príncipes Santa Maria della Pietà, mais conhecida como Cappella Sansevero ou Pietatella, situada em Sangro di Sansevero em Nápoles.

A escultura, feita em único bloco de mármore[1] , é considerada obra-prima da escultura europeia do século XVIII e uma das maiores obras-primas da escultura de todos os tempos[2] . Ela representa Cristo morto e deitado sobre um colchão rudimentar, apoiado por duas almofadas e velado por um sudário finíssimo, disposto de forma tão rente ao corpo que não parece ser um trabalho feito em mármore.

O resultado do trabalho teria gerado a lenda de que o alquimista Raimondo di Sangro teria ensinado ao escultor a calcificação do tecido em cristais de mármore.

Entre os seus entusiastas esteve Antonio Canova que tentou adquiri-la e disse estar disposto a dar dez anos de sua vida "para ser autor de semelhante obra-prima"[2] .

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Elio Catello, Giuseppe Sanmartino (1720-1793), Nápoles, Electa, 2004.
  • Christian de Letteriis, Marmi napoletani del '700. Considerazioni sull'altare maggiore della Chiesa di San Lorenzo a San Severo, Foggia, Edizioni del Rosone, 2005.
  • Christian de Letteriis, Marmorari napoletani in Capitanata. Documenti inediti e proposte attributive, Foggia, Edizioni del Rosone, 2007.

Referências

  1. Museo Cappella San Severo. Cristo velato: la leggenda del velo, acesso em 1º de Maio de 2010
  2. a b Museo Cappella San Severo. Cristo velato: il capolavoro, acesso em 1º de Maio de 2010