Glória (1999)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glória
 Portugal
 França
Flag of Spain.svg Espanha

1999 • cor • 110 min 
Realização Manuela Viegas
Produção Amândio Coroado
Argumento Manuela Viegas
Joaquim Sapinho
Elenco Jean-Christophe Bouvet
Raquel Marques
Francisco Relvas
Ricardo Aibéo
Isabel de Castro
Paula Só
Carlos Melo
Gênero drama
Idioma português
Cinematografia Jean-Michel Humeau
Estúdio Rosa Filmes
Página no IMDb (em inglês)

Glória é um filme português de longa-metragem de ficção realizado por Manuela Viegas, e produzido na produtora independente Rosa Filmes, em 1999.

O cartaz do filme foi concebido pelo artista português Julião Sarmento.

Receção[editar | editar código-fonte]

Glória fez parte da competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Berlim de 1999, sendo o primeiro filme português de sempre a tê-lo conseguido. O único filme a repetir este feito foi Tabu, de Miguel Gomes, em 2012.[1]

Produção[editar | editar código-fonte]

Glória foi a estreia na realização de Manuela Viegas, que era desde há duas décadas montadora de cinema. Escrito por ela e por Joaquim Sapinho, o filme foi produzido na produtora Rosa Filmes em simultaneamente com A Mulher Polícia, que, tendo sido realizado por Sapinho, tinha também montado por Viegas. Os dois filmes partilham um território estético comum, tema e referências, preservando, contudo, o olhar distinto de cada realizador. O resultado são dois filmes que se completam, como os dois lados da mesma moeda, sendo Glória o mais feminino e A Mulher Polícia mais masculino.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Glória passa-se numa paisagem rural portuguesa antiga em lenta erosão face à modernidade. A pequena e fronteiriça Vila de Santiago, outrora um grande centro de contrabando, está prestes a tornar-se uma cidade fantasma, graças à nova auto-estrada que vai passar ao largo da vila, originando o fecho da estação de comboio. O chefe de estação, Vincente, estás prestes a reformar-se. A maioria dos jovens partiu, deixando para trás as crianças para serem criadas pelos avós. Entre eles está Glória, de treze anos, e o seu amigo Ivan. A vida de Glória vai mudar de um dia para o outro com a chegada do filho de Vincente, Mauro, que acaba de sair da prisão e tem alguns problemas por resolver. Enquanto Mauro se passeia na sua mota à volta da estação de comboio, a amizade de Glória e Ivan é posta em causa quando ela se começa a sentir atraída por Mauro, muito mais velho que ela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jean-Christophe Bouvet como Vicente
  • Raquel Marques como Glória
  • Francisco Relvas como Ivan
  • Ricardo Aibéo como Mauro
  • Paula Só como Noémia
  • Isabel de Castro como Teresa

Referências

  1. Informações em rosafilmes.pt: click on "ENG", then on "DIRECTORS", then on "JOAQUIM SAPINHO"
  2. Infos at rosafilmes.pt: carregue em "QUEM SOMOS", depois em "FILMES", e finalmente em "GLÓRIA"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]