Glacê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bolo de camadas com glacê

Glacê é uma preparação de açúcar de confeiteiro ou impalpável, suco de limão e clara de ovo, e é utilizada para diversos fins em confeitaria, como cobertura e decoração de bolos.

O glacê mármore, atualmente chamado de pasta americana, apresenta consistência mais sólida, sendo utilizada para cobrir o bolo e esconder quaisquer imperfeições. Já o glacê real, de textura mais suave, é utilizado para decoração, como o chantilly e o marshmallow, mas apresenta textura de merengue ao secar.

No Brasil, muitas vezes se encontra o nome royal icing, em inglês mesmo, em receitas oriundas da América do Norte, sendo este o glacê tradicional; o royal icing, embora conhecido, é bem menos utilizado tanto por confeitarias quanto em produções domésticas nos Estados Unidos do que no Brasil.

No idioma alemão regional Riograndenser Hunsrückisch falado no Rio Grande do Sul por volta de um quarto da população do estado, a cobertura glacê se chama de Schnee (pronunciado: sch-nê), que também significa neve.

Riscos para a saúde[editar | editar código-fonte]

Ainda que o glace real tenha sido preparado tradicionalmente com claras de ovos frescos, muitos lhes substituem por merengue em pó para evitar o risco de salmonelose dos ovos crus.[1] Alternativamente podem usar-se claras de ovo pasteurizadas e refrigeradas.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Egg Safety (em inglés) American Egg Board. (18 de enero de 2007). Página visitada em 2 de mayo de 2007.