Gladiador (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Gladiator
Gladiador (PT/BR)
Pôster de divulgação
 Estados Unidos
 Reino Unido

2000 • cor • 155 min 
Direção Ridley Scott
Produção Douglas Wick
David Franzoni
Branko Lustig
Roteiro David Franzoni
John Logan
William Nicholson
Elenco Russell Crowe
Joaquin Phoenix
Connie Nielsen
Oliver Reed
Derek Jacobi
Djimon Hounsou
Richard Harris
Género Drama
Épico
Idioma Inglês
Música Hans Zimmer
Lisa Gerrard
Klaus Badelt
Cinematografia John Mathieson
Edição Pietro Scalia
Estúdio Scott Free Productions
Red Wagon Entertainment
Distribuição DreamWorks (EUA)
Universal Studios (internacional)
Lançamento 5 de maio de 2000
Orçamento US$ 103.000.000
Receita US$ 457.640.427
Página no IMDb (em inglês)

Gladiator (pt/br: Gladiador) é um filme americano de 2000 dirigido por Ridley Scott e estrelado por Russell Crowe, Joaquin Phoenix, Connie Nielsen, Ralf Möller, Oliver Reed, Djimon Hounsou, Derek Jacobi, John Shrapnel e Richard Harris. Crowe interpreta o leal General Máximus Décimus Meridius, que é traído quando o ambicioso filho do imperador, Cómodo, mata seu pai e toma o trono. Reduzido a um escravo, Máximo ascende através das lutas de gladiadores para vingar a morte de sua família e do antigo Imperador.

Lançado em 5 de maio de 2000, Gladiator foi um enorme sucesso de bilheteria, recebendo críticas geralmente favoráveis. O filme foi indicado a vários prêmios, vencendo cinco Oscars incluindo o de Melhor Filme.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O ano é de 180 d.C. e o general romano Maximus, servindo ao seu imperador Marco Aurélio, prepara seu exército para impedir a invasão dos bárbaros Germânicos. Após o combate, Maximus fica sabendo que Marco Aurélio, já velho e ciente de sua morte, quer lhe passar o comando do Império Romano. A trama onde Cómodo, filho do imperador, mata o pai, assumindo o comando do império, não é historicamente verídica. No filme, Cómodo assumiu depois de assassinar seu pai, como vingança por este não o escolher como sucessor ao trono,preferindo Maximus.

Enquanto Cómodo assume o trono, Maximus que escapa da morte, torna-se escravo e gladiador, travando batalhas sangrentas no Coliseu, a nova forma de divertimento dos romanos. Maximus, disposto a vingar o assassinato de sua mulher e de seu filho, sabe que é preciso triunfar para ganhar a confiança da plateia. Acumulando cadáveres nas arenas, o gladiador luta por uma causa pessoal, de forma quase que solitária e leva benefícios ao povo, submetido pela política do "pão e circo". "Nesta vida ou na próxima eu terei minha vingança". Maximus sabe que o controle da multidão será vital para que possa arquitetar sua vingança, que culmina em um combate com o próprio Cómodo. De general a escravo, de escravo a gladiador.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Russell Crowe Máximus Décimus Meridius
Joaquin Phoenix Cómodo
Connie Nielsen Lucila
Oliver Reed Antônio Próximo
Richard Harris Marco Aurélio
Derek Jacobi Gracco
Djimon Hounsou Juba
David Schofield Falco
John Shrapnel Gaihhs
Tomas Arana Quintus
Ralf Möller Hagenn
Spencer Treat Clark Lúcio
David Hemmings Cássio
Tommy Flanagan Cícero
Sven-Ole Thorsen Tigre da Gália

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 2001 (EUA)

5 vitórias de 12 indicações

Indicações:

  • Melhor Ator Coadjuvante (Joaquin Phoenix)
  • Melhor Direção de Arte
  • Melhor Fotografia
  • Melhor Diretor (Ridley Scott)
  • Melhor Edição
  • Melhor Trilha Sonora
  • Melhor Roteiro Original

Academia Japonesa de Cinema 2001 (Japão)

  • Indicado na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

BAFTA 2001 (Reino Unido)

  • Venceu nas categorias de Melhor Fotografia, Melhor Filme, Melhor Edição (Montagem) e Melhor Desenho de Produção.
  • Indicado nas categorias de Melhores Efeitos Visuais, Melhor Figurino, "Melhor Maquiagem, Melhor Ator (Russell Crowe), Melhor Ator Coadjuvante (Oliver Reed e Joaquin Phoenix), Melhor Roteiro Original e Melhor Som.

Globo de Ouro 2001 (EUA)

2 vitórias de 5 indicações

Indicações:

  • Melhor Diretor
  • Melhor Ator - Drama (Russell Crowe)
  • Melhor Ator Coadjuvante (Joaquin Phoenix)

MTV Movie Awards 2001 (EUA)

  • Venceu na categoria de Melhor Filme.
  • Indicado nas categorias de Melhor sequência de Ação, Melhor Luta, Melhor Frase em Cinema, Melhor Atuação Masculina (Russell Crowe) e Melhor Vilão (Joaquin Phoenix).

Satellite Awards 2001 (EUA)

  • Venceu nas categorias de Melhor Fotografia, Melhor Trilha Sonora Original e Melhores Efeitos Visuais.
  • Indicado nas categorias de Melhor Direção de Arte, Melhor Diretor, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Filme - Drama, Melhor Atuação de Ator em Cinema (Russell Crowe), Melhor Atuação de Ator Coadjuvante (Joaquin Phoenix).


Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Oliver Reed faleceu em consequência de um ataque do coração durante as filmagens, e algumas de suas cenas tiveram que ser reeditadas por um dublê.
  • O papel de Maximus foi oferecido a Mel Gibson, que não o aceitou.
  • Jennifer Lopez fez teste para o papel de Lucilla.
  • Sven-Ole Thorsen, que interpreta Tigris, trabalhou em diversos filmes com Arnold Schwarzenegger, incluindo Conan, O Bárbaro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Gladiator