Glasgow Haskell Compiler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glasgow Haskell Compiler
Desenvolvedor Universidade de Glasgow
Plataforma multiplataforma
Versão estável 6.8.3 (17 de junho de 2008)
Gênero(s) compilador
Licença BSD
Página oficial www.haskell.org/ghc

The Glorious Glasgow Haskell Compilation System[1] [2] , mais conhecido como Glasgow Haskell Compiler ou GHC, é um compilador de código aberto para a linguagem de programação funcional Haskell. Os principais desenvolvedores são Simon Peyton Jones e Simon Marlow.

História[editar | editar código-fonte]

O GHC foi começado em 1989 como um protótipo, escrito em Lazy ML por Kevin Hammond na Universidade de Glasgow. No fim do ano, o protótipo foi completamento reescrito em Haskell, exceto o analisador sintático, por Cordelia Hall, Will Partain e Simon Peyton Jones. Sua primeira versão beta foi lançada em 1 de abril de 1991.

Peyton Jones e Simon Marlow posteriormente se mudou para a Microsoft Research em Cambridge, onde continuou a ser o principal responsável pelo desenvolvimento do software. Entretanto, o GHC possui código de mais de sessenta contribuidores[3] .

Linguagem[editar | editar código-fonte]

O GHC é suportado para o último padrão da linguagem, chamado Haskell 98.[4] Entretanto, também suporta várias extensões opcionais ao padrão.

Portabilidade[editar | editar código-fonte]

Versões do GHC estão disponíveis para diversas plataformas, incluindo Windows e diversas variedades de Unix (como Linux e Mac OS X.) O GHC também foi portado para diversas arquiteturas de computador.

Referências

  1. ghc --version
  2. The GHC Team. The Glorious Glasgow Haskell Compilation System User's Guide, Version 6.6. Visitado em 2007-01-28.
  3. The GHC Team. Visitado em 2007-01-28.
  4. Haskell 98 Language and Libraries: The Revised Report. Visitado em 2007-01-28.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]