Glencolmcille

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glencolmcille
Ireland map County Donegal Magnified.png
Apelido: "Gleann Cholm Cille"
Coordenadas 54° 42' 6" N 8° 43' 34" O
País Irlanda
Província, Condado Ulster, Condado de Donegal
Área  
  Total 555 km²
População  
  Cidade 724 (2006)
Fuso horário
  Verão (DST)
Horário de Greenwich (UTC0)
0 (UTC)

Glencolmcille ou Glencolumbkille (nome oficial: Gleann Cholm Cille)[1] é uma cidade litorânea localizada em Gaeltacht no extremo sudoeste do Condado de Donegal, Irlanda. A comunidade de Gleann Cholm Cille é falante do Irlandês, mas o Inglês vem gradualmente substituindo a língua tradicional.[2]

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome Glencolmcille significa “Vale de São Columbano”. São Columbano é um dos três Santos Padroeiros da Irlanda, junto com São Patrício e Santa Brígida da Irlanda. Colm Cille e seus seguidores viveram, por algum tempo, nesse vale e ruinas de muitas de suas igrejas ainda podem ser vistas no local.

História[editar | editar código-fonte]

A vila do Castelo (em irlandês: An Caiseal) em Glencolmcille

Glencolmcille]] Entre 4000 e 3000 A.C., um povo de agricultores se estabeleceu na área . Exemplos de suas “tumbas de corte” podem ser vistas hoje em Mainnéar na Mortlaidh e An Clochán Mór. Há também alguns exemplos de ”tumbas em portal” menos elaboradas, datando de cerca de 2000 anos A.C. em Málainn Mhóir.

A cidade já foi famosa por ter uma paróquia do controverso Frei James McDyer (1910–1987), que lutou pelos direitos dos camponeses e ajudou a industrias de base nas comunidades da área. Um conselho de Paróquia vem funcionando desde 1930 em Glencolmcille – chamado de Comhairle Paróiste Ghleann Cholm Cille— para cuidar dos interesses e necessidades dos residentes de Glencolmcille. Membros são eleitos para esse corpo paroquial pelos residentes da igreja local de Glencolmcille, em eleições que ocorrem a cada três anos.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Glencolmcille é o lar do muito conhecido artista (pintor) Kenneth King que nasceu Em Dublin, cujos trabalhos apresentam navios mercantes e militares, litorais e faróis.[3] .

O compositor Sir Arnold Bax fez visitas extensas à cidade entre 1904 e o início dos anos 1930s. Ao que parece, Bax compôs muito de sua obra musical e escreveu muitos de seus poemas e estórias enquanto ali viveu.

Muitas belezas naturais ficam nas proximidades, tais como os recifes Slieve League (em irlandês: Sliabh Liag) cliffs, a praia The Silver Strand (em irlandês: An Tráigh Bhán) em Malin Beg (em irlandês: Málainn Bhig), e Glen Head (em irlandês: Cionn Ghlinne).

Ficando no centro de umas das maiores áreas Gaeltacht do país, a cidade é bem conhecida como sede do Oideas Gael, um instituto de aprendizado de línguas ali estabelecido desde 1984 para promover a Língua e Cultura Irlandesas. A cidade tem também posto dos correios, posto de combustíveis, mercearia, vila folclórica turística, passeios a pé, indústria têxtil, acomodações, restaurante, o novo Café da Vila, três pub, boa música no Roarty's ou no Biddy's. A estrada litorânea que vai da cidade até Malin Mor (em irlandês: Málainn Mhór) é majestosa e aí fica o Áras Ghleann Cholm Cille.

Filme rodado em locações de Glencolmcille: “The Railway Station Man”, 1992, com Julie Christie, Donald Sutherland e John Lynch.[4]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências externas[editar | editar código-fonte]

Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. Placenames (Ceantair Ghaeltachta) Order 2004.
  2. Glencolmcille Parish Plan.
  3. Some of As pinturas de Kenneth King estão expostas no “National Maritime Museum of Ireland” em Dún Laoghaire
  4. Glencolmcille (em inglês) no Internet Movie Database