Glenn Close

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.


Glenn Close
Glenn Close em 2012.
Nome completo Glenn Elizabeth McKeanton[1] [2]
Nascimento 19 de março de 1947 (67 anos)
Greenwich, Connecticut
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Ocupação Atriz
Atividade 1979 - presente
Emmy Awards
Melhor atriz (minissérie/filme de TV)
1995 - Serving in Silence: The Margarethe Cammermeyer Story
Melhor atriz (série de drama)
2008 - Damages
2009 - Damages
Tony Award
Melhor Atriz em Peça
1984 - The Real Thing
1992 - Death and the Maiden
Melhor Atriz em Musical
1995 - Sunset Boulevard
Prêmios Globo de Ouro
Melhor atriz (minissérie/filme de TV)
2005 - The Lion in Winter
Melhor atriz em série dramática
2008 - Damages
Prémios Screen Actors Guild
Melhor atriz (minissérie/filme de TV)
2005 - The Lion in Winter
IMDb: (inglês)
Glenn Close no 84º Academy Awards em 2012.

Glenn Close (Greenwich, 19 de março de 1947) é uma atriz americana.[3] [4] Ao longo de sua carreira longa e variada, ela tem sido constantemente aclamado por sua versatilidade e considerado por muitos como uma das maiores atrizes de todos os tempos.[5] [6] Estrelou diversos clássicos do cinema, mas ficou profundamente marcada pelo papel da esquizofrênica Alex Forrest, em Fatal Attraction ("Atração Fatal"), realizado em 1987. Sua interpretação lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz, porém perdeu a estatueta para Cher, por Moonstruck ("Feitiço da Lua"). Glenn também é conhecida por ter estrelado a aclamada série Damages como a advogada Patty Hewes. Pelo papel, ganhou um Globo de Ouro e dois Emmy.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira em 1979, trabalhando nos telefilmes Too Far to Go e Orphan Train. Estreou no Cinema em grande estilo, já sendo indicada ao Óscar de Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) por seu primeiro papel, no filme O Mundo Segundo Garp, de 1982. Na obra de George Roy Hill, ela trabalhou ao lado de Robin Williams e Jessica Tandy. Uma curiosidade: apesar de ser apenas quatro anos mais velha que Williams, Close interpretou sua mãe!

Depois da ótima repercussão de sua estréia, Glenn Close estrelou o clássico The Big Chill (O Reencontro), de Lawrence Kasdan e conquistou sua segunda indicação ao Óscar, também como Melhor Atriz (coadjuvante/secundária).

Em 1984, Glenn Close trabalhou com Christopher Lambert no filme Greystoke (br: Greystoke - A Lenda de Tarzan, O Rei da Selva). Contudo, a atriz não aparece em cena. Seu trabalho foi dublar a voz da personagem de Andie MacDowell. Foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) pelo filme The Natural, estrelado por Robert Redford. No ano seguinte, trabalhou no suspense O Fio da Suspeita, de Richard Marquand (O Retorno de Jedi), em que divide os créditos com Jeff Bridges.

Seria em 1987 que Glenn Close atingiria o auge de sua popularidade e do sucesso de crítica, ao protagonizar cenas antológicas no indicado a 6 Óscar Fatal Attraction, do diretor Adrian Lyne, o que lhe rendeu sua primeira indicação ao prêmio da Academia de Hollywood na categoria de Melhor Atriz. Para se consagrar definitivamente, Close assumiu o papel principal no clássico Dangerous Liaisons, de 1988, e causou comoção na crítica especializada devido sua interpretação da Marquesa de Merteuil. O resultado foi mais uma indicação ao Óscar de Melhor Atriz (que inexplicavelmente perdeu para Jodie Foster).

No drama Reversal of Fortune (O Reverso da Fortuna), de 1990, Close interpreta Sunny von Bülow, uma milionária que entra em coma irreversível e é alvo do suposto interesse de seu marido em sua fortuna. O personagem de Jeremy Irons (que ganhou o Óscar de Melhor Ator por este filme) é acusado de tentar matá-la e contrata um advogado para conseguir provar sua inocência. Glenn Close também é a narradora da história.

No decorrer da década de 1990, trabalhou com diretores como Steven Spielberg (em Hook - A Volta do Capitão Gancho, de 1991) e Ron Howard (no filme O Jornal, de 1994). Também estrelou, ao lado de Meryl Streep e Winona Ryder, a super-produção A Casa dos Espíritos, de 1993.

Apenas no ano de 1996, Glenn Close esteve presente em três sucessos de público e crítica: trabalhou novamente com Stephen Frears em O Segredo de Mary Reilly; foi dirigida por Tim Burton em Marte Ataca! - dividindo a cena com Jack Nicholson -, e marcou o imaginário do público infantil com a produção da Disney 101 Dalmatians (Os 101 Dálmatas), no papel da vilanesca Cruela DeVil. Este papel lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Comédia/Musical.

A partir daí, diminuiu seu ritmo de trabalhos em Hollywood e estrelou longas menores, como Um Canto de Esperança (1997), A Fortuna de Cookie (de Robert Altman, 1999), Coisas que Você Pode Dizer Só de Olhar Para Ela (2000), e The Stepford Wives (Mulheres Perfeitas, 2005).

Viveu a advogada Patty Hewes no seriado Damages.

Glenn Close no Festival de Cannes em 2010.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prémios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar

Prêmios Globo de Ouro

Referências

  1. [1] Alohacriticon.com.
  2. [2] Lahiguera.net.
  3. a b c Glenn Close (em inglês) LLC Hollywood.com. Visitado em 20 de Maio de 2012. Cópia arquivada em 26 de abril de 2013.
  4. a b c d e f Glenn Close (em português) Interfilmes.com. Visitado em 20 de Maio de 2012.
  5. Pat Mitchell. Behind the scenes with the brave and versatile Glenn Close (em inglês) Paleycenter.org.
  6. [3] (em inglês) Starpulse.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Glenn Close