Glenn Miller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glenn Miller
Glen miller.jpg
Major Glenn Miller em serviço no exército norte-americano.
Informação geral
Nome completo Alton Glenn Miller
Nascimento 1 de Março de 1904

Clarinda, Iowa, Estados Unidos

Origem Norte-americana
País  Estados Unidos
Data de morte 15 de dezembro de 1944 (40 anos) Canal da Mancha (provavelmente)
Gênero(s) Swing, Big band
Instrumento(s) Trombone
Período em atividade 19231944
Gravadora(s) Decca
Columbia
RCA-Victor Bluebird
Afiliação(ões) Glenn Miller Orchestra
Página oficial www.glennmiller.org

Alton Glenn Miller (Clarinda, 1 de Março de 190415 de Dezembro de 1944) foi um músico de jazz estadunidense e bandleader na era do swing. Ele foi um dos artistas de mais vendas entre 1939 e 1942, liderando uma das mais famosas big bands.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após ter estudado na Universidade de Colorado, em 1926 Miller transformara-se num trombonista profissional na banda de Ben Pollack. Por volta de 1930, já era um reconhecido músico independente de Nova Iorque. Mais tarde transformou-se num organizador de orquestras ligeira masculinas, sobretudo das dos irmãos Dorsey, iniciada em 1934, e de Ray Noble, organizada em 1935. Depois de ter tentado infrutiferamente formar a sua própria orquestra em 1937, acabou por o conseguir no ano seguinte e em finais de 1939 era já um famoso director de orquestra ligeira. Ingressou no exército americano durante a Segunda Guerra Mundial, tendo-lhe sido dado o posto de capitão, sendo promovido mais tarde a major e a director da banda da força aérea do Exército dos Estados Unidos na Europa. Ao voar de Inglaterra para Paris, desapareceu; não tendo os corpos nem os destroços dos ocupantes do avião em que viajava sido avistados ou recuperados.

Os triunfos de Miller nos salões de dança basearam-se em orquestrações doces executados meticulosamente. O som do trombone de Miller, imediatamente reconhecível e muito copiado, baseava-se em princípios musicais muito simples, como foram todos os seus grandes sucessos, incluindo a sua própria composição, "Moonlight Serenade" que nasceu de um exercício que tinha escrito para Joseph Schillinger. Os seus dois filmes realizados em Hollywood, Sun Valley Serenade, de 1941, e Orchestra Wives, no ano seguinte, não deixaram de contribuir para aumentar a sua reputação, mas o factor mais importante para a continuação do seu reconhecimento foi a saída, em 1953, do filme biográfico, um pouco aligeirado The Glenn Miller Story.

Alguns críticos afirmam que o contributo do jazz para a música da sua orquestra foi insignificante, mas outros consideram que o seu som representa o paradigma da música popular do seu tempo.[carece de fontes?]

Post mortem[editar | editar código-fonte]

Após sua morte, a Glenn Miller Orchestra foi reconstituída sob a direção de Tex Beneke, saxofonista, cantor e um dos amigos mais próximos de Miller. Anos depois a família de Miller, tendo seguido caminhos distintos de Beneke, contratou Ray McKinley (baterista da banda da Força Aérea do Exército dos Estados Unidos liderada por Miller) para organizar uma nova "banda fantasma" em 1956, banda esta que continua a se apresentar até os dias de hoje.

Grandes sucessos[editar | editar código-fonte]

  • Chatanooga Choo-Choo
  • In The Mood
  • Moonlight Serenade
  • A String of Pearls

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.