Gliese 876

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma impressão artística do terceiro planeta, Gliese 876 b.
Uma ilustração artística do planeta mais próximo, Gliese 876 d, mostrando o planeta como um mundo ativo e vulcânico que é iluminado pela luz vermelha da estrela.

Gliese 876 é uma estrela anã vermelha que está a aproximadamente 15 anos-luz de distância da Terra na constelação de Aquarius. Possui tipo espectral M4V, magnitude aparente de 10,17 e metade da massa do Sol. Até 2011, foram confirmados quatro exoplanetas orbitando a estrela. Dois dos planetas centrais são similares a Júpiter, enquanto o planeta mais próximo é similar a um pequeno Neptuno ou a um grande planeta telúrico, e o planeta mais distante tem massa similar a de Urano.

Distância e visibilidade[editar | editar código-fonte]

Gliese 876 está relativamente perto de nosso Sistema Solar. Segundo as medições astrométricas feitas pelo satélite Hipparcos, a estrela apresenta uma paralaxe de 212,59 miliarcsegs,[1] que corresponde a uma distância de 4,70 parsecs (15,3 anos-luz). Apesar de estar tão perto da Terra, a estrela é tão fraca que é invisível a olho nu e só pode ser vista usando telescópios.

Características[editar | editar código-fonte]

Como uma estrela anã vermelha, Gliese 876 é muito menor que o Sol: As estimativas sugerem que ela tem somente 32% da massa do Sol.[2] A temperatura na superfície de Gliese 876 é menor em comparação com o Sol e a estrela também possui um raio menor.[3] A combinação destes fatores resultam em uma estrela que tem 1,24% da luminosidade do Sol, e a maior parte disso está em comprimentos de onda infra-vermelhos.

É difícil estimar a idade e metalicidade das estrelas frias devido a formação de moléculas diatômicas em suas atmosferas, o que faz com que o espectro seja complexo. Baseando-se em modelos espectrais, estima-se que Gliese 876 tem uma quantidade menor de metais pesados comparada ao Sol (aproximadamente 75% da abundância solar de ferro).[4] Segundo a atividade cromosférica, e dependendo do modelo teórico utilizado, é possível que a estrela tenha entre 6.520 e 9.900 bilhões de anos.[5]

Como muitas estrelas de pouca massa, Gliese 876 é uma estrela variável. Está classificada como uma estrela variável BY Draconis e seu brilho flutua ao redor de 0,04 magnitudes.[6] Acredita-se que este tipo de variabilidade seja causado pelas enormes manchas solares que podem ser observadas em sua superfície enquanto a estrela realiza seu movimento de rotação.[7] Gliese 876 emite Raios-X.

Sistema planetário[editar | editar código-fonte]

As órbitas dos planetas de Gliese 876. Perceba que as fortes interações gravitacionais entre os planetas causam uma rápida precessão orbital, portanto este diagrama só é válido em uma época estabelecida.
Planeta Massa
(MJúpiter)
Período orbital
(dias)
Semieixo maior
(UA)
Excentricidade
d >0,0185 ± 0,0031 1,937760 ± 0,000070 0,0208 ± 0,0012 0
c >0,619 ± 0,088 30,340 ± 0,013 0,1303 ± 0,0075 0,2243 ± 0,0013
b >1,93 ± 0,27 60,940 ± 0,013 0,208 ± 0,012 0,0249 ± 0,0026
e 0,046 ± 0,005 124,26 ± 0,7 0,3343 ± 0,0013 0,055 ± 0,012

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ESA (1997). HIP 113020 The Hipparcos and Tycho Catalogues.. Página visitada em 23 de abril de 2008.
  2. Marcy, G. et al.. (1998). "A Planetary Companion to a Nearby M4 Dwarf, Gliese 876". The Astrophysical Journal 505 (2): L147 – L149.
  3. Johnson, H., Wright, C.. (1983). "Predicted infrared brightness of stars within 25 parsecs of the sun". The Astrophysical Journal Supplement Series 53: 643 – 711.
  4. Bean, J.L. et al.. (2006). "Metallicities of M Dwarf Planet Hosts from Spectral Synthesis". Astrophysical Journal Letters 653: L65 – L68.
  5. Saffe, C. et al.. (2005). "On the Ages of Exoplanet Host Stars". Astronomy and Astrophysics 443 (2): 609 – 626.
  6. Samus et al. (2004). IL Aqr Combined General Catalogue of Variable Stars.. Página visitada em 23 de abril de 2008.
  7. Bopp, B., Evans, D.. (1973). "The spotted flare stars BY Dra, CC Eri: a model for the spots, some astrophysical implications". Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 164: 343 – 356.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gliese 876