Global Voices Online

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Global Voices Online é uma rede internacional de blogueiros, tradutores e jornalistas cidadãos que acompanham, cobrem e sumarizam o que está acontecendo nas blogosferas de todos os cantos do mundo. É um site sem fins lucrativos, que começou como um projeto do Centro Berkman para Internet e Sociedade (Berkman Center for Internet and Society na sigla em inglês) da Faculdade de Direito de Harvard. O projeto surgiu de uma reunião de blogueiros internacionais em dezembro de 2004, e foi fundado por Ethan Zuckerman[1] e Rebecca MacKinnon. Em 2008, tornou-se uma organização independente sem fins lucrativos constituída em Amsterdã, na Holanda.

Objetivos e meios[editar | editar código-fonte]

Tem um objetivo duplo: o primeiro é habilitar e capacitar uma comunidade de "bridge-bloggers" que "podem fazer uma ponte entre dois idiomas ou duas culturas".[2]

Para isso, o site conta com uma equipe de editores regionais que agrega e seleciona vozes que são consideradas conversas interessantes acontecendo na diversidade da blogosfera, que vão desde o Afeganistão ao Zimbabué, com um foco particular sobre países não-ocidentais e sub-representados. Pode-se encontrar na sua página, por exemplo, blogueiros congoleses discutindo as eleições de 2006, ou blogueiros jordanianos e árabes respondendo à polêmica das charges dinamarquesas em 2005.

Seu segundo objetivo é desenvolver ferramentas e recursos que tornem possível alcançar o primeiro objetivo de maneira mais eficaz. Um recurso principal é a manutenção de uma estreita relação de trabalho com a grande imprensa que é mutuamente benéfica: a melhor maneira de amplificar as vozes sub-representadas fazer com que as histórias sejam selecionadas e cobertas pela grande mídia. O Global Voices Online se considera, sendo assim, um complemento em vez de atuar em um papel de oposição à imprensa tradicional. A Reuters, por exemplo, forneceu ao Global Voices Online um patrocínio irrestrito em janeiro de 2006.[3] Além disso, como reconhecimento por sua contribuição para a inovação em jornalismo, o Global Voices Online ganhou o prestigioso Knight-Batten Grand Prize em 2006.

Traduções do Global Voices Online em outros idiomas[editar | editar código-fonte]

Em 2007, surgiu um projeto com o objetivo de traduzir o conteúdo original em inglês do Global Voices Online em outros idiomas, com o nome do Projeto Língua[4] O Projeto Língua pretende amplificar o Global Voices Online em outros idiomas além do inglês, com a ajuda de tradutores voluntários. No momento, há 25 sites de tradução ativos, que funcionam de maneira autônoma mas vinculados ao site original, incluindo o Global Voices em Português, fundado em 2007.

Referências

  1. Criador do Pop-Up
  2. Clark Boyd, "Global voices speak through blogs", BBC, 6 de abril de 2005.
  3. Mark Sweney, "Reuters partners in comment blog," Guardian (Reino Unido), 13 de abril de 2006.
  4. Chris Salzberg, "Translation and Participatory Media: Experiences from Global Voices," Translation Journal, julho de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]