Globina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura da hemoglobina humana. As subunidades de proteína α and β são as vermelhas e azuis, respectivamente, e os grupos hemo, que contêm ferro, são os verdes (ver PDB 1GZX e Proteopedia.

Globina é uma proteína que constitui a parte proteica (apoproteína) da hemoglobina (heteroproteína), sendo hemo o grupo prostético da hemoglobina.

A globina é composta por quatro cadeias polipeptídicas, semelhantes duas a duas. Existem vários tipos de cadeias de globina, designados por letras gregas (alfa, beta, gama, etc.).

Os aminoácidos variam segundo a espécie; dentro da espécie humana, mudam de acordo com a fase de desenvolvimento do organismo - vida embrionária, fetal ou adulta.

Classes de cadeias de globina[editar | editar código-fonte]

Modelo da fita de leghemoglobina do grão de soja (Glycine max), com hemo em glóbulos,[1] de acordo com o PDB (1FSL).
  • Alfa. α
  • Beta. β
  • Gamma.γ
  • Delta.δ
  • Epsilon.ε verlaine
  • Zeta.ξ

As cadeias de globina apresentam uma estrutura complexa:

  1. Estrutura 1ª: determinada pela sequência de aminoácidos que compõem a cadeia.
  2. Estrutura 2ª: enrolada em espiral, com aspecto helicoidal, com alguns tramos dispostos aleatoriamente.
  3. Estrutura 3ª: é a disposição que adota a cadeia no espaço ao dobrar-se sobre si mesma. Esse dobramento dá origem a uma conformação globular, com um espaço vazio perto da superfície, onde se acopla o grupo "hemo".
  4. Estrutura 4ª: resulta da união de várias cadeias polipeptídicas com estrutura terciária.

Referências

  1. Ellis PJ, Appleby CA, Guss JM, Hunter WN, Ollis DL, Freeman HC. (May 1997). "Structure of ferric soybean leghemoglobin a nicotinate at 2.3 A resolution". Acta Crystallogr. D Biol. Crystallogr. 53 (Pt 3): 302–10. DOI:10.1107/S0907444997000292. PMID 15299933.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Globina