Gnômon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O gnómon é a parte triangular deste relógio de sol.

O gnômonPB ou gnómon[1] PE é a parte do relógio solar que possibilita a projecção da sombra.

Favorino (D. Laercio, II, 1) relata que Anaximandro de Mileto foi o inventor do gnômon. No entanto, segundo Heródoto (II, 29), teriam sido os babilónios: «os gregos adquiriram dos babilónios o conhecimento da esfera celeste, do gnômon e das doze partes do dia[2] ».

Anaximandro de Mileto terá sido assim, possivelmente, apenas o introdutor do gnômon na Grécia. Na China, Shen Kuo melhorou e aferiu o gnómon.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SERRES, Michel. Gnómon: os começos da geometria na Grécia in SERRES, M. História das ciências. Ed. Terramar. 1989. Vol.1 (Cap. 3).
  2. HOGBEN, Lancelot. As Maravilhas da Matemática: influência e função da Matemática nos conhecimentos humanos. Porto Alegre - Editora Globo, 1970


Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.