Gnoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gnoma ou gnome (em grego antigo: γνώμη, transl. gnome, de γιγνώσκειν, gignoskein "conhecer") é uma espécie de ditado, especialmente um aforismo ou máxima, composto para fornecer algum ensinamento de maneira compacta.

A utilização moderna do termo foi introduzida pelo teólogo alemão Klaus Berger em sua obra Formgeschichte des Neuen Testaments; Berger utilizou-se deste termo tradicional da antiga tradição retórica e tentou identificar exemplos da utilização deste método no Novo Testamento.[1]

Referências

  1. Berger, K. 1984 Formgeschichte des Neuen Testaments (Heidelberg: Quelle & Meyer). 1987 Einführung in die Formgeschichte (UTB, 144; Tübingen: Franke).