Golden set

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Golden set (em português: Set de Ouro[1] ) é um termo usado no ténis para designar um set perfeito. Ou seja, um tenista vence um set sem perder nenhum ponto (ou 24 a 0)[2] .

Até hoje, apenas um tenista masculino, e uma tenista feminina, conseguiram alcançar um Golden Set em partidas profissionais[3] , e mais uma tenista, na era amadora do esporte[4]

Data Torneio Tenista Adversário Placar Final Observações Ref.
1943 WTA de Cincinnati em Cincinnati, Ohio Estados Unidos Pauline Betz Estados Unidos Catherine Wolf 6–0, 6–2 * Primeira pessoa a alcançar um Golden Set
*Era amadora do ténis
[5] [6]
22 de Fevereiro de 1983 Primeira rodada do WCT Gold Coast Classic em Delray Beach Estados Unidos Bill Scanlon Brasil Marcos Hocevar 6–2, 6–0 *Registrado no Guinness Book of World Records
*Primeira vez na Era Aberta (a partir de 1968)
[7]
30 de Junho de 2012 Torneio de Wimbledon 2012 Cazaquistão Yaroslava Shvedova Itália Sara Errani 6–0, 6–4 * Shvedova tornou-se a primeira mulher a lograr um Golden Set na Era Aberta (a partir de 1968)
* Shvedova tornou-se a primeira pessoa a lograr um Golden Set em um torneio de Grand Slam
* Primeira vez na história que um tenista do Top 10 perde por um Golden Set
[8] [9] .

Por Um Triz[editar | editar código-fonte]

  • Em 2006, em uma partida válida pela segunda rodada do WTA de Memphis contra a estadunidense Amy Frazier, a tenista cazaque Yaroslava Shvedova, então a número 228 do planeta, estava servindo com 5 games a 0 e 40–0 (a um ponto, portanto, do Golden Set) quando cometeu uma dupla falta[10] . Na ocasião, porém, a cazaque foi derrotada de virada pela americana: 1/6, 6/0 e 6/0[11] .

As Partidas[editar | editar código-fonte]

Scanlon x Hocevar[editar | editar código-fonte]

Cquote1.svg "Às vezes me perguntam: 'como é que tu conseguiste perder 24 pontos seguidos?'. Não tem como explicar, tenho que mostrar que não se pode desfocar, eu fui extremamente preocupado para a quadra e me desfoquei. No tênis se não estiver bem focado pode acontecer qualquer coisa. (...) Claro que feliz não fico se disser que eu perdi 24 pontos seguidos, uma coisa praticamente impossível e inédita, mas tem que passar por cima do que aconteceu; bom para ele, ruim para mim."[12] Cquote2.svg
Cquote1.svg "O curioso é que não percebi o que estava acontecendo. Acho que o set durou uns 15 minutos e só depois da partida é que o árbitro me contou que eu não havia perdido qualquer ponto no segundo set"[13] Cquote2.svg
22 de fevereiro de 1983 Bill Scanlon Estados Unidos 2 - 0 Brasil Marcos Hocevar
6
6
Set 1
Set 2 (Golden Set)
4
0

Curiosidades deste jogo[editar | editar código-fonte]

  • Hocevar jogou a partida com uma infecção intestinal. Um outro detalhe é que ele fez uma longa viagem de avião da África do Sul aos EUA no dia anterior.[12] .
  • Quando da partida, Hocevar ocupava a posição de número 41 do ranking. Scanlon era o 71[12] .

Shvedova x Errani[editar | editar código-fonte]

Cquote1.svg "Eu não sabia! Estava jogando ponto a ponto. Nem vi que todos os games ficaram 40-0, só no segundo set. Lembro do primeiro ponto que ela ganhou, as pessoas começaram a aplaudir. Eu pensei: 'o que está acontecendo?'. Achei que eles queriam um bom jogo e só. (...) Depois do jogo, na academia, meu treinador veio e disse que viu nas estatísticas que eu não perdi pontos no set. Perguntei se não era nenhum erro, mas não, eram pontos mesmo. Incrível!"[3] Cquote2.svg
Yaroslava Shvedova, em entrevista após o jogo
30 de Junho de 2012
Relatório
Yaroslava Shvedova Cazaquistão 2 - 0 Itália Sara Errani Wimbledon's Court Three
6
6
Set 1 (Golden Set)
Set 2
0
4
  • Duração Golden-Set: 15min[14]
Estatística do Golden Set Shvedova Cazaquistão Errani Itália
Aces 6 0
Duplas Faltas 0 0
% Primeiro Saque 58% 75%
% Pontos Ganhos - 1º Saque 100% 0%
% Pontos Ganhos - 2º Saque 100% 0%
Devoluções de Saque 100% 25%
Break-points 3-3 0-0
Pontos ganhos em aproximação à rede 5-5 0-1
Erros não forçados 0 1[15]
Total de Bolas Vencedoras (Winners) 14[16] 0

Curiosidades deste jogo[editar | editar código-fonte]

  • Quando a partida foi realizada, Shvedova era 65 do mundo, enquanto Sara Errani era 9 do ranking mundial.
  • Cerca de 20 dias antes, em 09/06/2012, Sara Errani havia sido vice-campeã de Roland Garros, perdendo por 6/3 e 6/2 para Maria Sharapova.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. estadao.com.br/ Shvedova derrota Errani em raro "set de ouro" em Wimbledon
  2. globoesporte.globo.com/ O incrível recorde que jamais será igualado ou superado. Será que não?
  3. a b tenisbrasil.uol.com.br/ Shvedova só soube de "golden set" após a partida
  4. thetennisspace.com/ Five thoughts about Yaroslava Shvedova’s golden set against Sara Errani (em inglês)
  5. S. Smith, Phillip. From Club Court to Center Court. 2010. ed. [S.l.: s.n.], 2010. 22 pp. ISBN 0-9712445-8-8.
  6. worldtennismagazine.com/ Shvedova, Williams Make History At Wimbledon
  7. tenisbrasil.uol.com.br/ Shvedova marca raro 'golden set' e elimina Errani
  8. BBC Sport – Yaroslava Shvedova joins the exclusive 'golden set'.
  9. lancenet.com.br/ Vice em Roland Garros, Errani perde set sem fazer ponto e é eliminada
  10. Shvedova wins 'Golden Set' against Errani.
  11. sportv.globo.com/ Cazaque vence "golden set" contra italiana: 24 pontos consecutivos
  12. a b c esportes.terra.com.br/ Brasileiro que perdeu todos os pontos relembra pior set da história
  13. tenisbrasil.uol.com.br/ O raro "golden set"
  14. post.jagran.com/ Shvedova blanks Errani in rare 'golden set' at Wimbledon (em inglês)
  15. The Daily Fix Shvedova’s Golden Day at Wimbledon
  16. usatoday30.usatoday.com/ Shvedova wins 'Golden Set' vs. Errani