Golfinho-roaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaGolfinho-roaz
Bottlenose Dolphin KSC04pd0178.jpg

Bottlenose dolphin size.svg
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Subordem: Odontoceti
Família: Delphinidae
Género: Tursiops
Espécie: T. truncatus
Nome binomial
Tursiops truncatus
(Montagu, 1821)
Distribuição geográfica
Distribuição em azul
Distribuição em azul

O golfinho-roaz, golfinho-nariz-de-garrafa ou roaz-corvineiro (Tursiops truncatus) é talvez a mais famosa e conhecida espécie de golfinho no mundo inteiro. Não somente por ser a espécie do famoso golfinho da série de televisão Flipper, mas também em função de sua distribuição ao longo de águas costeiras e oceânicas em todos os mares do planeta com exceção dos mares polares. Desde 1920 passou a ser capturada para estudos e shows em cativeiros, e é a espécie mais comum nos parques temáticos. No Brasil, distribui-se em águas próximas à costa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a partir de onde pode ser encontrada em águas mais afastadas da costa até o nordeste. Os maiores golfinhos-nariz-de-garrafa do mundo estão no Brasil, na Lagoa dos Patos, onde podem alcançar 4 metros de comprimento. Em Portugal, é comum avistar-se roazes-corvineiros nas águas do Rio Sado, ao largo de Setúbal.

Características principais[editar | editar código-fonte]

O golfinho-nariz-de-garrafa possui o corpo robusto, a cabeça robusta e o bico curto, largo e nitidamente distinto da cabeça. A sua nadadeira dorsal é alta e falcada. Nascido para deslizar os golfinhos-nariz-de-garrafa possuem corpos hidrodinâmicos, em forma de torpedo, que lhes permitem deslizar rapidamente através das águas do oceano. A sua gama de cores vai desde creme a cinza ou mesma preta. Geralmente, a barriga é mais clara que o dorso. As comunicaçõe são efetuadas por meio de uma gama de sons emitidos a partir da bolsa nasal localizada na testa. Dentes fortes os golfinhos agarram o peixe com seu 18-27 pares de pequenos dentes cônicos, em ambas as mandibulas. As marcas especiais na pele ajudam os golfinhos a camuflarem-se de potenciais predadores. A cauda tem dois remos, denominados lobos, que o impulsionam através da água.

Tamanho[editar | editar código-fonte]

Em geral, o tamanho entre 1,9 m a 4 m, a medida de comprimento do macho é de 3,80 m e o da fêmea é 3,60 m, mas já se observaram exemplares maiores. Seu peso médio é de 500 quilos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Aproximadamente 12 meses, nasce apenas uma cria pesando cerca de 10 kg e medindo entre 0,8 metro e 1,2 metro.

Um golfinho-nariz-de-garrafa da Marinha dos Estados Unidos

Intervalo de procriação 7-10 anos, altura em que a fêmea esta suficientemente madura em termos sexuais, contudo estes valores variam, existem registros de procriação de um golfinho-fêmea com 4anos de idade . Número de cria por 1 (um). Época de acasalamento entre Abril-Outubro.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Alimenta-se de peixes pequenos, lulas, polvos e crustáceos.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Águas tropicais, subtropicais e temperadas de todos os oceanos, tanto em águas costeiras como em oceânicas, podendo inclusive penetrar em baías, estuários, lagoas e canais, e ocasionalmente penetra em rios. No Brasil ocorre do Rio Grande do Sul até o nordeste. Em Portugal, podem ser avistados ao longo da costa de Norte a Sul. Existe um grupo de roazes-corvineiros que podem ser avistados no Estuário do Sado, em Setúbal. Esta é a única população residente num estuário em Portugal, e uma de apenas três conhecidas na Europa.

Ameaças[editar | editar código-fonte]

Em alguns lugares do mundo são intencionalmente capturados para a obtenção de comida, para a utilização de sua gordura como isco em certos tipos de pesca (principalmente pesca de espinhel), ou simplesmente porque os pescadores acreditam que os golfinhos-nariz-de-garrafa estão competindo com eles e prejudicando a sua pescaria. (Oeste da África, norte do oceano Índico, Japão, Mar Negro, Sri Lanka, Peru, e em diversos outros lugares). São ameaçados também pela captura acidental em redes de pesca e pela captura intencional indiscriminada para o cativeiro. Em muitos lugares do mundo os golfinhos-nariz-de-garrafa são mantidos em cativeiro para apresentação pública de espectáculos acrobáticos.

Referências

  1. (em inglês) Hammond, P.S., Bearzi, G., Bjørge, A., Forney, K., Karczmarski, L., Kasuya, T., Perrin, W. F., Scott, M.D., Wang, J.Y., Wells, R.S. & Wilson, B. (2008). Tursiops truncatus. 2008 Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN. IUCN 2008. Obtido em 7 Outubro 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Golfinho-roaz