Golpe de Estado em Ruanda em 1973

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O golpe de Estado em Ruanda em 1973 foi um golpe de Estado organizado por Juvénal Habyarimana contra o então presidente Grégoire Kayibanda.[nota 1] O golpe ocorreu em 5 de julho de 1973 sem derramamento de sangue.[nota 1]

Nos meses anteriores ao golpe de Habyarimana, o presidente Kayibanda intensificou a perseguição dos tutsis através da constituição de comitês vigilantes para garantir o cumprimento das quotas étnicas exigidas.[nota 2] Esta política havia isolado Ruanda economicamente e diplomaticamente, especialmente da vizinha Uganda, que abrigava um grande número de tutsis. Consequentemente, o golpe de 1973 foi amplamente apoiado pela população urbana e se encontrou com a indiferença entre as comunidades rurais.[nota 3] Antes do golpe, Habyarimana foi um general no exército ruandês. Imediatamente após a tomada do poder, Habyarimana proibiu todos os partidos políticos, mas, em 1974, criou o seu próprio, o Movimento Republicano Nacional por Democracia e Desenvolvimento [nota 4]

Notas de rodapé[editar | editar código-fonte]

  1. a b Prunier p.61
  2. Prunier pages 75 and 60
  3. Prunier p75
  4. Prunier p76

Referências[editar | editar código-fonte]