Golpe de estado no Iraque de novembro de 1963

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Golpe de estado no Iraque de novembro de 1963
Data 10 de Novembro11 de Novembro de 1963
Local Iraque República do Iraque
Desfecho Derrubada do Partido Baath
Estabelecimento do governo pró-nasserista
Combatentes
Flag of the Ba'ath Party.svg Partido Baath
Guarda Miliciana Nacional do Baath
Iraque Pró-Nasseristas
Iraque Exército do Iraque
Principais líderes
Flag of the Ba'ath Party.svg Ahmed Hassan al-Bakr Iraque Abdul Salam Arif
Iraque Abdul Rahman Arif
Vítimas
34,000 (Guarda Miliciana Nacional do Baath)

O Golpe de Estado no Iraque de novembro de 1963 ocorreu entre 10 e 11 de novembro de 1963. Quando seguiram-se divisões internas partidárias, oficiais iraquianos pró-nasseristas, lideraram um golpe militar dentro do Partido Baath. Tratou-se de um golpe sem derramamento de sangue.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Depois de tomar o poder estatal iraquiano em fevereiro de 1963, as divisões entre as lideranças pró e anti-Nasser no Baath, bem como entre líderes direitistas e esquerdistas nacionalistas pan-árabes conduziram o primeiro regime ba'athista ao colapso no Iraque em novembro de 1963, enquanto que 7.000 comunistas iraquianos permaneceram presos.[1]

Embora a presidência foi ocupada por Abdul Salam Arif, um não-ba'athista árabe nacionalista e um membro da Organização dos Oficiais Patrióticos, a maioria dos ministérios foram divididos entre os baathistas. O governante virtual do país era o primeiro-ministro Ahmed Hassan al-Bakr.

O Golpe[editar | editar código-fonte]

Em 11 de novembro de 1963, 15 oficiais do Exército iraquiano invadiram uma reunião do Congresso do Partido Baath, apreendendo líderes de facções nacionalistas do Ba'ath deixando-os sob a mira de armas e voaram com eles para Madri.[1] Então, em 18 de novembro de 1963, o presidente iraquiano, Abdul Salam Arif, seu irmão, brigadeiro Abdul Rahman Arif e os seus apoiantes do exército iraquiano suprimiram a Guarda Miliciana Nacional do Baath (que tinha aumentado de tamanho de 5.000 a 34 mil entre fevereiro e agosto de 1963) e bombardearam a sua sede.[1] Como resultado, o primeiro regime do Baath foi derrubado e um novo regime pró-Nasser foi estabelecido com Abdel Salem Arif como Chefe de Estado.[1]

Referências

  1. a b c d Feldman, Bob. A People's History of Iraq: 1950 to November 1963 towardfreedom.com. Página visitada em 1 December 2011.