Governador-geral do Canadá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Governador-geral do Canadá
Governor General of Canada
Gouverneur général du Canada
Bandeira do governador-geral do Canadá
Residência Rideau Hall, Ottawa
Designado por Elizabeth II
Duração Indeterminado
Inaugurado por Visconde Monck
Criado em 1 de julho de 1867

O governador-geral do Canadá (em inglês: Governor General; em francês: gouverneur général ou gouverneure générale) é o representante oficial do chefe de Estado do Canadá, que está em união pessoal com o Rei do Reino Unido, presentemente a Rainha Isabel II. O governador-geral atua como o representante da Rainha no País e erroneamente é muitas vezes visto como o Chefe de Estado do Canadá.

No Canadá, o governador-geral representa o chefe de estado o monarca canadense. Antigamente, os governadores-gerais do Canadá eram membros da nobreza britânica, mas desde 1952 tem havido uma nova política de designar cidadãos canadianos para o cargo. Um cidadão que tem um historial distinto de serviço público à nação é nomeado para o posto de governador-geral pelo primeiro-ministro do Canadá e a nomeação formal é feita pelo monarca do Canadá.

Os governadores-gerais canadianos utilizam o prefixo honorífico de "O Muito Honorável" durante a sua vida, e também "Sua Excelência" durante o tempo de exercício do cargo. A sua residência oficial é Rideau Hall em Ottawa, e há também outra casa oficial usada ocasionalmente na cidade de Quebec chamada La Citadelle.

O poder político verdadeiro no Canadá é levado a cabo inteiramente pelo primeiro-ministro, mas o governador-geral realiza muitas actividades simbólicas, formais, culturais e cerimoniais. Assina todas as leis federais no Canadá, mas fá-lo somente com o conselho dos membros do governo eleito. Quando uma nova sessão do parlamento se inaugura, o governador-geral também lê o discurso do trono, preparado pelos membros do partido político que tiver maioria no governo. Exige-se que o governador-geral seja fluente nas línguas francesa e inglesa, os dois idiomas oficiais do Canadá.

No momento presente, o governador-geral é David Lloyd Johnston, que sucedeu a Michaëlle Jean em 1 de outubro de 2010[1] .

Papel[editar | editar código-fonte]

Como o Canadá compartilha sua condição de monarquia com outros 15 países da Comunidade das Nações e o soberano vive no exterior, a tarefa primária do governador-geral é representar o monarca em seus deveres constitucionais agindo sempre em seu nome. O governador age de acordo com os princípios da democracia parlamentar e governo responsável como um defensor de uma governança estável e contínua. Em sua maioria, entretanto, os poderes da Coroa são exercidos cotidianamente por indivíduos eleitos, delegando ao governador-geral os deveres cerimoniais.

Residências[editar | editar código-fonte]

O Rideau Hall, em Ottawa, é a residência oficial do Monarca do Canadá e também do Governador-geral, além de sediar os escritórios do Governo. O cônjuge do Governador-geral assume o título de Castelão de Rideau Hall (Chatelaine of Rideau Hall), com a função de coordenar o funcionamento do local durante o mandato do governador. Desde 1872, os governadores-gerais utilizam a Citadela de Quebec como residência oficial.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.