Governo mundial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Governo mundial é um conceito político/filosófico onde um único corpo político reuniria poder e influência suficientes para fazer, interpretar e aplicar um conjunto leis internacionais. Inerente ao conceito de governo mundial é a suposição de que nações individuais teriam que reduzir ou abrir mão (dependendo do ponto de vista) de sua soberania sobre certas áreas. De fato, um governo mundial acrescentaria outro nível de administração sobre os governos nacionais existentes ou proveria coordenação sobre áreas nas quais governos nacionais são incapazes ou ineficientes na atuação.

Até os tempos atuais, não existem planos oficiais por parte de nenhuma nação para estabelecer um governo mundial, embora certas pessoas vejam instituições de caráter global (como a Organização das Nações Unidas e o Fundo Monetário Internacional) como os elementos formadores de um futuro sistema de governo mundial. Uma organização formada por legisladores de várias nações conhecida como Parlamentares para Ação Global tem promovido ideias sobre como um governo global democrático poderia ser implantado, embora tal promoção tenha variado em intensidade ao longo da história da organização.

Existem diversas visões (muitas vezes contraditórias) de um governo global no campo da ficção científica, variando desde utopias até distopias. O Fundamentalismo Cristão e alguns outros sistemas religiosos referem-se a um possível governo mundial primariamente em termos apocalípticos ou distópicos. Alguns muçulmanos consideram que o único governo mundial plausível seria aquele feito por líderes islâmicos. Outros religiosos, particularmente os adeptos da religião Bahá'í, veem um corpo governamental internacional como algo fundamental para uma sociedade ordeira e pacífica. O termo "Nova Ordem Mundial" também tem sido usado em várias ocasiões e em diversos contextos políticos para descrever um futuro governo global, particularmente pelo ex-presidente dos Estados Unidos, George H. W. Bush, que pregava uma nova era de cooperação global entre as nações democráticas. Muitos críticos da preponderância dos Estados Unidos no cenário global, ou com uma postura geral anti-governista, interpretam o termo de forma mais negativa.

Alguns chegam a especular que qualquer forma de governo global é uma grande conspiração para dominação mundial arquitetada por um ou vários poderes reais e/ou fictícios.

Uniões regionais de nações existentes[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o modelo mais relevante para o estabelecimento de uma unidade político-administrativa de nações é, provavelmente, a União Europeia, que reúne politicamente um grande grupo de países bastante diversos e, alguns deles, anteriormente hostis um ao outro, espalhados sobre uma área continental de considerável extensão. A UE, uma entidade ainda em evolução, já apresenta diversos atributos de um governo federal unificado, como abertura de fronteiras internas, um parlamento eleito por voto direto, um sistema judicial e uma política econômica centralizada.

O exemplo da UE está sendo seguido pela União Africana, a Associação das Nações do Sudeste Asiático, a Organização para Cooperação de Xangai, o Parlamento Centro-americano e a Comunidade das Nações Sul-americanas. Um grande conjunto de associações regionais, congregando a maioria das nações do mundo, encontra-se em diferentes estágios de desenvolvimento em direção a uma crescente integração econômica e, em alguns casos, política.

A formação de Nações Continentais pode ser o primeiro passo para o futuro desenvolvimento de um governo mundial ou, ao menos, uma integração global.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.