Graduação tecnológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A graduação tecnológica é um tipo de curso de educação profissional superior do sistema educativo brasileiro.

Requisitos acadêmicos[editar | editar código-fonte]

Podem ingressar num curso de graduação tecnológica os titulares de um certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente.

Os cursos têm uma duração média de dois anos e meio a três anos e pela sua conclusão com aproveitamento é conferido um diploma de graduação e atribuído o título de tecnólogo.

O tecnólogo pode concorrer a concursos públicos para vagas de nível de graduação.

Por ser uma formação de nível superior, o egresso dos cursos de Graduação Tecnológica, estão habilitados a cursar pós-graduação - MBA, Mestrado ou doutorado.

A graduação tecnológica situa-se no contexto da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996, que propôs a Reforma da Educação Profissional e, dessa forma, passou a organizá-la como modalidade capaz de perpassar os níveis básico e superior da Educação. Portanto, é oficializada pelo Ministério da Educação (MEC) e possui Diretrizes Curriculares Nacionais aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação.

Habilidades[editar | editar código-fonte]

A Graduação do Tipo Tecnológica habilita o seu titular a ser um tecnólogo, i.e., mão-de-obra especializada em diversas áreas do conhecimento, voltado à diversos segmentos de negócio - comércio, indústria e serviços. Oferecida igualmente por universidades ou faculdades e sua duração varia entre 2 a 3 anos. Ex: Tecnólogo em Marketing de Vendas, Tecnólogo em Meio Ambiente, Tecnólogo em Design de interiores, Tecnólogo em Design de Moda, Tecnólogo em Estética e Cosmética, Tecnólogo em Gestão de Eventos, Tecnólogo em Gestão Tributária, Tecnólogo em Construção Civil, Tecnólogo em Citotecnologia, Tecnólogo em Sistemas de Informação, Tecnólogo em Informática, Tecnólogo em Gestão (Tributária, Empresarial) e outros.

Alguns Títulos de Cursos[editar | editar código-fonte]

  • Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos
  • Tecnologia em Construção de Edifícios
  • Tecnologia em Logística
  • Tecnologia em Marketing
  • Tecnologia em Produção Audiovisual
  • Tecnologia em Produção Multimídia
  • Tecnologia em Gestão Ambiental
  • Tecnologia em Estética e Cosmética
  • Tecnologia da Informação
  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação
  • Tecnologia em Jogos Digitais
  • Tecnologia em Redes de Computadores
  • Tecnologia em Sistemas para Internet
  • Tecnologia em Eventos
  • Tecnologia em Gastronomia
  • Tecnologia em Hotelaria
  • Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações
  • Tecnologia em Manufatura Aeronáutica
  • Tecnologia em Automação Aeronáutica
  • Tecnologia em Estruturas Leves
  • Tecnologia em Manutenção de Aeronaves
  • Tecnologia em Processos Gerenciais
  • Tecnologia em Comércio Exterior
  • Tecnologia em Gestão Comercial
  • Tecnologia em Gestão Financeira
  • Tecnologia em Gestão Pública
  • Tecnologia em Radiologia
  • Tecnologia em Design Gráfico
  • Tecnologia em Segurança no Trabalho
  • Tecnologia em Processamento de Dados
  • Tecnologia em Biocombustíveis

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e RESOLUÇÃO CNE/CP 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2002

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.