Gradual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gradual do rei João I da Polônia

O gradual é uma forma de canto litúrgico usado na igrejas católica e luterana. O termo também pode identificar um livro que reúne os itens musicais da missa, diferenciando-se do missal por excluir os trechos recitados. No rito tridentino o gradual é cantado depois da leitura da epístola e antes do aleluia, e o livro que descreve o rito romano se chama Graduale Romanum.

O gradual, assim como o aleluia e o tractus, é um canto responsorial, onde um solista canta um trecho de música que é respondido pelo coro ou pela congregação. É uma das formas mais antigas de canto litúrgico, e sua origem reside nas práticas da liturgia judaica. O gradual moderno consiste geralmente em dois versos de salmo. Acredita-se que seu nome deriva do local onde era cantado, no degrau (gradus) do altar ou do púlpito.

Como forma musical o gradual é composto de uma única resposta para um único verso, embora uma reprise final da resposta não seja rara e seja permitida pelo Liber usualis. Os graduais estão entre as formas mais melismáticas e ornamentais do canto gregoriano, e a resposta tende a ser cantada em uma tessitura mais alta do que a primeira entoação. Mais tarde passou a ser composto para várias vozes em polifonia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi elaborado a partir de tradução do artigo Gradual, da Wikipédia em inglês, que se encontrava nesta versão.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.