Grammostola rosea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGrammostola rosea
Macho Adulto

Macho Adulto
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Arachnida
Ordem: Araneae
Família: Theraphosidae
Género: Grammostola
Espécie: Grammostola rosea
Commons
O Commons possui multimídias sobre Grammostola rosea
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Grammostola rosea

A Grammostola rosea mais conhecida como Rosa Chilena é uma Tarântula, leva o nome obviamente, por ser proveniente do Chile, e seus pêlos tem tons de castanho e rosa e seu toráx é cor-de-rosa brilhante forte.

Caracteristicas[editar | editar código-fonte]

Comportamento[editar | editar código-fonte]

É sem duvida uma das melhores aranhas para começar o Hobbie de criação de aranhas, calma, bonita, activa, grande e resistente aos maus tratos que podem acontecer com criadores menos expêrientes e descuidados.

Tempo de Vida[editar | editar código-fonte]

As fêmeas vivem de 15-20 anos. Os machos morrem após a cópula, oque acontece quando atigem maturidade sexual, por volta dos 3 ou 4 anos. As fêmeas atigem a maturidade sexual com 5 anos.

Distribuição e Habitat[editar | editar código-fonte]

Encontram-se no Chile, Bolívia e Argentina, em zonas áridas e semiáridas. Vivem em tocas rasteiras estas são encontradas disponíveis ou são escavadas pelos próprios indivíduos e revestidos por uma fina camada de seda. Gostam de ambientes com temperatura por volta dos 22°C e umidade 70%.

Tamanho[editar | editar código-fonte]

Medem cerca de 14 cm de comprimento e cerca de 12 cm de amplitude máxima das patas.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Caçam à noite fazendo emboscada, usando seu veneno (não nocivo para o Homem) para paralisar as presas. As tarântulas não conseguem digerir o alimento internamente, então, injectam os sucos digestivos para o interior da presa e sugam, posteriormente, os produtos da digestão. Alimentam-se de invertebrados sendo o mais comum grilos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

É uma espécie ovípara. Durante o acasalamento, os machos ficam particularmente vulneráveis à predação por parte das fêmeas; por isso, nestes, o primeiro par de patas tem um esporão cuja função é manter afastadas as quelíceras das fêmeas. Cada postura pode ter de 100 a 250 ovos. O período de incubação é de cerca de três a quatro meses.

Fotos[editar | editar código-fonte]