Grammy Latino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Latin Grammy Awards
Grammy Latino
Descrição Excelência em realizações da indústria musical latina
Apresentação Vários
Local Los Angeles, Las Vegas
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 2000
Última cerimónia 2014
Detentor The Latin Academy of Recording Arts & Sciences
Página oficial

Latin Grammy Awards (também chamados de Grammy Latino) é uma premiação de música latina, criada em 2000 pela Academia Latina de Artes e Ciências Discográficas (ALACD) dos Estados Unidos para as melhores produções da indústria fonográfica latino-americana de determinado ano. Trata-se de uma versão latino-americana dos prêmios Grammy. A primeira edição dos prêmios foi transmitida ao vivo pela CBS. Foi a primeira vez que uma grande rede de televisão aberta transmitiu um programa em língua espanhola no horário nobre daquele país.

A maioria dos prêmios são dirigidos aos artistas de língua espanhola e apenas uma pequena parte aos artistas nacionais. Antes de 2000, os artistas brasileiros eram premiados no Grammy, nas categorias Melhor Álbum de Música Mundo Clássica e Melhor Álbum de Música Mundo Contemporanêa. Equantos os demais artistas latinos eram premiados com Melhor Álbum Latino.

A academia organizadora do Grammy Latino, National Academy of Recording Arts and Sciences (em inglês), também é a academia organizadora dos prêmios Grammy, nos Estados Unidos, e Juno no Canadá.

História[editar | editar código-fonte]

Sobre o Latin Grammy[editar | editar código-fonte]

O objetivo principal do Grammy Latino é reconhecer a qualidade artística e/ou técnica, e não a vendagem ou a posição nas listas de mais executadas no rádio. Tanto os indicados quanto os ganhadores são eleitos por votos de membros qualificados da Academia. Os eleitores são profissionais da indústria especialistas em sua área e pessoas de sucesso em sua profissão.

Michael Greene, presidente da Academia de Gravação, viajou ao México em 1990 para seguir um sonho. Greene e outros líderes visionários da Academia haviam trabalhado por vários anos com a ideia de criar uma Academia Latina e prêmios Grammy especificamente para a cultura e a música latinas. Até então, à música latina eram dedicadas apenas três categorias nos Prêmios Grammy, o que representava só uma pequena parte da riqueza desta música e de seus criadores.

Passaram-se dez anos de trabalho. Dez anos advogando, convencendo membros importantes da comunidade musical latina e construindo pontes de entendimento entre culturas diferentes. Até que, em janeiro de 1997, foi criada da Academia Latina de Artes e Ciências da Gravação - mais conhecida como Academia Latina da Gravação, a primeira corporação internacional formada pela Academia da Gravação.

A premiação[editar | editar código-fonte]

Em 2000, mais precisamente no dia 13 de setembro daquele ano, a Academia Latina de Gravação de dispôs presentar a primeira edição do Grammy Latino, cuja festa foi realizada no Staples Center, em Los Angeles.

Infelizmente, os Grammy Latinos não tiveram um bom começo, já que em seu primeiro ano foram cercadas de controvérsias devido à onda de críticas contra a família Estefan e os organizadores, que supostamente teriam manipulado a premiação e prejudicado os cantores mexicanos.

Na segunda edição da premiação, em 2001, grupos anticastristas criaram tumultos e ameaçaram a realização da cerimônia, o que fez com que os organizadores transferissem a sede para Los Angeles. Na ocasião, exilados cubanos que pediam a presença de cantores da ilha realizaram protestos, ameaçando novamente a segurança dos organizadores, adiando o evento. A premiação finalmente ocorreria em 11 de setembro, data dos atentados terroristas aos Estados Unidos. Por razões óbvias, a grande cerimônia preparada para a entrega dos gramofones foi cancelada e substituída por uma solenidade simples com a presença de apenas alguns ganhadores e jornalistas. No dia 18 de setembro de 2002, o Teatro Kodak, mesmo palco do Oscar, recebeu a festa do Grammy Latino. Com uma tímida participação brasileira, o cantor Alejandro Sanz foi o grande destaque da noite, com o disco acústico que gravou em parceria com a MTV.

Em 2003, o colombiano Juanes se tornou o vencedor absoluto do Grammy Latino, conquistando cinco prêmios na cerimônia, entre eles o de melhor álbum, categoria na qual desbancou os brasileiros Alexandre Pires e Tribalistas. Assim, o único prêmio brasileiro na noite acabou sendo o de melhor álbum Infantil para Xuxa, Gilberto Gil foi homenageado como "Personalidado do Ano" pela Academia Latina.[1] [2]

Em 2004, Alejandro Sanz foi o grande premiado da 5º edição dos prêmios Grammy Latino, o cantor espanhol levou três das quatro estatuetas principais, Maria Rita levou o prêmio de Artista Revelação, a cantora brasileira encerrou a noite com três estatuetas. A participação de Xuxa no Grammy 2004 limitou-se à apresentação do prêmio de Melhor Álbum de MPB. A Rainha dos Baixinhos não venceu na categoria de Melhor Álbum Infantil e foi derrotada pelo álbum Niños Adorando 2 do produtor Coalo Zamorano.[3] [4]

Em 2005, três artistas brasileiros concorreram a prêmios nas categorias gerais, mais importantes da premiação: Djavan, Ivan Lins e a Orquestra de Câmara Rio Strings. "Al Otro Lado del Río", música tema do filme "Diários de Motocicleta", dirigido pelo brasileiro Walter Salles, deu ao uruguaio Jorge Drexler uma indicação ao prêmio de melhor gravação do ano.[5]

Em 2006, a colombiana Shakira foi o grande desataque na cerimônia do Grammy Latino 2006, seu nono disco (Fijación oral. Vol.1,), valeu a ela as indicações para melhor canção, disco do ano, melhor vídeo, melhor composição e melhor disco de vocalista feminina. Ela levou os prêmios de melhor canção, disco do ano, melhor composição e melhor vocalista feminina, a artista só perdeu na categoria Melhor vídeo, em que o grupo Calle 13 ganhou por Atrévete Te, Te!. Entre os brasileiros Maria Rita levou duas estatuetas de Melhor Álbum de MPB, por Segundo, e Melhor Canção Brasileira com Caminho das Águas, já a cantora Adriana Calcanhoto levou o prêmio na categoria Melhor Álbum Infantil Latino com seu Adriana Partimpim, desbancando a veterana Xuxa.[6] [7] Ricky Martin foi escolhido "Personalidado do Ano".

Em 2007, o único artista brasileiro a figurar na categoria principal é Ricky Vallen, descoberto no programa do apresentador Raul Gil em 2004. O cantor disputava o prêmio de "Artista Revelação". Os Paralamas do Sucesso, foram homenageados pela Academia Fonográfica Latina, eles receberam o prêmio especial de Excelência Musical do Grammy, que segundo a gravadora EMI Music, é dado "aos artistas que durante suas carreiras realizaram contribuições criativas de importância artística excepcional no campo da gravação".[8] [9]

Em 2008, pela primeira vez, o evento ocorreu simultaneamente nos Estados Unidos e Brasil (enfocando as tradicionais categorias dedicadas à música brasileira) e foi transmitido no país pela TV Bandeirantes.[10]

O cantor e compositor Caetano Veloso recebeu dois prêmios na edição 2009 do Grammy Latino, o de melhor disco de cantor/compositor por "Zii e Zie" e melhor vídeo longo, com o DVD "E a música de Tom Jobim", realizado em conjunto com Roberto Carlos. O cantor baiano foi o único brasileiro a receber um prêmio em categorias que não contavam apenas com brasileiros. A grande vencedora da noite foi a dupla de hip-hop e regaton porto-riquenha Calle 13.[11]

Em 2010, com seu disco de estreia, que leva seu nome, Maria Gadú disputou o álbum do ano de cantor/compositor também nas categorias gerais, mas perdeu para Rubén Blades. Maria Bethânia ganhou o seu primeiro prêmio, mas na categoria dedicada exclusivamente aos brasileiros. A apresentadora Hebe Camargo foi homenageada com o prêmio de "Personalidade Brasileira".[12] [13]

Em 2011, a dupla de hip-hop porto-riquenha Calle 13 foi a grande vencedora da noite, levando 9 dos 10 prêmios para os quais havia sido indicada inclusive o de álbum do Ano, esse é o segundo trabalho do grupo a ganhar um Grammy. Em 2008, eles venceram com “Los de Atrás Vienen Conmigo” também na mesma categoria. A cantora colombiana Shakira foi homenageada como "Personalidado do Ano" pela Academia.[14]

Em 2012, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Maria Gadú e Gaby Amarantos foram os brasileiros que competem nas principais categorias do desta edição do Grammy. Porém os grandes vencedores da noite foram o colombiano Juanes e a dupla mexicana Jesse & Joy. Juanes venceu na categoria álbum do ano por MTV Unplugged, enquanto Jesse & Joy venceram em quatro categorias -- canção e gravação do ano por Corre!, melhor álbum vocal pop contemporâneo por Con Quién Se Queda El Perro? e melhor vídeo musical curto por Me Voy.[15] O Brasil foi premiado somente nas categorias dedicadas exclusivamente ao país. Na cerimônia prévia, que não foi transmitida pela televisão, Caetano Veloso foi homenageado como personalidade do ano e recebeu o prêmio das mãos da atriz Sonia Braga.[16]

Em 2013, os artistas com mais indicações foram o duo argentino Illya Kuryaki and the Valderramas e o cantor colombiano Carlos Vives, com cinco cada. Roberto Menescal recebeu o prêmio à excelência musical da academia latina da gravação. Entre os brasileiros, "Um abraçaço", de Caetano Veloso, concorreu aos prêmios de gravação e canção do ano, enquanto o disco "Abraçaço" disputou o de melhor álbum de compositor. Roberto Carlos também concorreu com "Esse cara sou eu". A atriz e cantora Clarice Falcão disputou o prêmio artista revelação.[17] O Carlos Vives levou três prêmios: o de melhor canção e melhor canção tropical, ambos por “Volvi a nacer”, e melhor álbum tropical, por “Corazón profundo”. O ex-menudo Draco Rosa ganhou o troféu por melhor álbum, com “Vida”, enquanto o norte-americano Marc Anthony faturou o prêmio de melhor gravação, por “Vivir mi vida”.[18]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Qualquer álbum que tenha sido lançado no mercado durante o período de elegibilidade (entre um intervalo de 1 ano) e que tenha sido gravado em português ou espanhol pode concorrer ao Grammy Latino. Os comitês que são formados por voluntários da Academia Latina da Gravação podem, por maioria de votos, permitir algum produto que tenha sido gravado em línguas e dialetos tais como: catalão, náhuatl, quéchua, galego, valenciano, maia etc. No que concerne à música instrumental, pode ser inscrita qualquer gravação que contenha obras de autores e compositores Ibero-Americanos (sem importar quem interpreta) ou que seja interpretada por artistas ibero-americanos, ainda que a obra seja de autoria de alguém de outra nacionalidade. Academia Latina da Gravação, deveria também englobar produtos em francês, italiano e romeno; no entanto, até agora, nunca foram inscritos produtos de italianos ou franceses cantando em espanhol ou português.

A principal diferença ente a The Recording Academy é que além de ter sido fundada há 52 anos, ela se concentra unicamente em produtos lançados nos Estados Unidos (no período de elegibilidade) e seus membros estão domiciliados lá. Já a Academia Latina reconhece gravações lançadas em qualquer lugar do mundo, com a única condição de serem gravadas em português ou espanhol. Além disso, os membros da Academia Latina estão radicados em mais de 30 países.[19]

Prêmios pela nacionalidade dos artistas[editar | editar código-fonte]

País 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Total
 México 11 12 8 9 10 9 13 6 8 12 11 8 14 5 136
 Brasil 13 10 8 8 9 9 9 9 11 11 9 10 8 11 135
 Colômbia 2 3 4 5 1 4 6 6 7 9 2 11 5 8 73
Flag of Spain.svg Espanha 2 7 7 5 9 5 3 4 2 3 4 4 2 5 62
 Porto Rico 2 4 4 6 1 6 7 3 10 3 3 5 4 2 60
Estados Unidos Estados Unidos - 1 - 3 3 3 - 5 5 1 2 5 2 6 47
 Argentina 4 2 - 4 1 3 5 2 4 6 4 2 - 5 45
 Cuba 4 3 5 3 4 2 4 1 2 2 2 4 5 3 44
República Dominicana 3 1 - - 1 2 2 6 - - 3 - 4 2 24
 Venezuela 1 1 2 - 1 - 2 3 1 1 4 2 2 2 22
 Panamá - - - 1 - - - 1 2 1 1 1 - - 7
Uruguai - - - - 1 - - 1 - - - 1 2 2 7
 Peru - - 1 - - 1 - - - - - 2 1 - 5
 Chile - - 1 - 1 - - - - - - - - 1 3
 Guatemala - 1 - - - - 1 - - - - - - 1 3
 Itália - - - - - 1 - 1 - 1 - - - - 3
 Canadá - - - - - - - - - - 2 - - - 2
 França - - - - 1 - - 1 - - - - - - 2
Nicarágua - - - - - - - - - 1 - - 1 - 2
Equador - - - - - - - - - 1 - - - - 1

Categorias[editar | editar código-fonte]

Os prêmios Grammy Latino se dividem em dezesssete categorias, e cinquenta subcategorias específicas:

Geral

Música Pop

Música Rock

  • Melhor Álbum Vocal de Rock Solo
  • Melhor Álbum Vocal de Rock de Dupla ou Grupo
  • Melhor Canção de Rock

Música Brasileira

Música Mexicana

  • Melhor Álbum de Música Ranchera
  • Melhor Álbum de Música Banda
  • Melhor Álbum de Música Grupera
  • Melhor Álbum de Música Texana
  • Melhor Álbum de Música Nortenha
  • Melhor Álbum de Música Tropical Regional Mexicana
  • Melhor Canção Regional Mexicana

Música Caribenha

  • Melhor Álbum de Salsa
  • Melhor Álbum de Merengue
  • Melhor Álbum de Cumbia/Vallenato
  • Melhor Álbum de Música Tropical - Contemporâneo
  • Melhor Álbum de Música Tropical - Tradicional
  • Melhor Canção de Música Tropical

Música Tradicional

  • Melhor Álbum de Música Folclórica
  • Melhor Álbum de Tango
  • Melhor Álbum de Música Flamenca
  • Melhor Álbum de Jazz Latino

Música Alternativa

Música Cristã

Música Clássica

  • Melhor Álbum de Música Clássica

Música Infantil

Música Instrumental

  • Melhor Álbum Instrumental
Cantor-compositor
  • Melhor Álbum de Cantor-Compositor
Produção
  • Melhor Engenharia de Gravação de um Álbum
  • Produtor do Ano

Projeto Gráfico

  • Melhor Projeto Gráfico de um Álbum

Vídeo Musical

  • Melhor Vídeo Musical - Versão Curta
  • Melhor Vídeo Musical - Versão Longa

Cerimônias[editar | editar código-fonte]

Ano Cerimônia Apresentador(es) Local da Cerimônia Personalidade do Ano Audiência nos Estados Unidos
(em milhões)
Transmissão
(nos Estados Unidos)
2000 1st Latin Grammys Gloria Estefan, Jennifer Lopez, Andy García, Jimmy Smits e Antonio Banderas Staples Center, Los Angeles, California Emilio Estefan Jr. 7.5[20] rede CBS[21]
2001 2nd Latin Grammys Jimmy Smits e Paul Rodriguez Conga Room, Los Angeles, California Julio Iglesias
2002 3rd Latin Grammys Gloria Estefan e Jimmy Smits Kodak Theatre, Los Angeles, California Vicente Fernández 4.2 rede CBS[22]
2003 4th Latin Grammys George Lopez American Airlines Arena, Miami, Florida Gilberto Gil 5.0[23] rede CBS[24]
2004 5th Latin Grammys George Lopez Shrine Auditorium, Los Angeles, California Carlos Santana 3.3[25] rede CBS[26]
2005 6th Latin Grammys Rebecca de Alba e Eduardo Santamarina Shrine Auditorium, Los Angeles, California José José 5.0[27] rede Univision[28]
2006 7th Latin Grammys Lucero e Víctor Manuelle Madison Square Garden, Nova York Ricky Martin 11.3 [29] rede Univision[30]
2007 8th Latin Grammys Eugenio Derbez e Lucero Mandalay Bay Events Center, Las Vegas, Nevada Juan Luis Guerra 10.2[31] rede Univision[32]
2008 9th Latin Grammys Cristián de la Fuente e Patricia Manterola Toyota Center, Houston, Texas Gloria Estefan 5.8[33] rede Univision[34]
2009 10th Latin Grammys Eugenio Derbez e Lucero Mandalay Bay Events Center, Las Vegas, Nevada Juan Gabriel 12.8[35] rede Univision[36]
2010 11th Latin Grammys Lucero e Eugenio Derbez Plácido Domingo 12.5[37] rede Univision[38]
2011 12th Latin Grammys Lucero e Cristián de la Fuente Shakira 5.7[39] rede Univision[40]
2012 13th Latin Grammys Lucero e Cristián de la Fuente Caetano Veloso 5.0[41] rede Univision[42]
2013 14th Latin Grammys Blanca Soto, Omar Chaparro & Lucero Miguel Bosé 9.8[43] rede Univision[44]
2014 15th Latin Grammys MGM Grand Garden Arena, Paradise, Nevada Joan Manuel Serrat 10.0[45] rede Univision[46]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

O primeiro Grammy Latino foi exibido no horário nobre da TV americana pela rede CBS, tornando-se o primeiro grande evento hispânico transmitido por uma rede nacional norte-americana, a audiência em relação as primeiras cerimônias foram razoáveis, ao logo das edições seguintes os números obtiveram crescimento considerável, a última edição em 2014, atingiu um público de 10 milhões de espectadores, tornando-se um dos programas mais vistos e de maior audiência da Univision, atual transmissora do evento.[47]

O Latin Grammy é transmitido para 40 países e totaliza um audiência de 80 milhões de pessoas.[48]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Diferente do sucesso nos Estados Unidos, o Grammy Latino nunca despertou atenção do público brasileiro, o canal SBT comprou os direitos de transmissão da premiação, porém nunca os transmitiu ao vivo, e sim em edições especiais. Antes do SBT, a Rede Bandeirantes exibiu por dois anos os prêmios, porém os responsáveis pelo evento não gostaram da experiência com a emissora do Morumbi.[49] [50] [51]

Desde 2011, a cerimônia deixou de ser exibida pela TV aberta do Brasil, mas pode ser acompanhada pelo canal a cabo TNT.[52] [53]

Referências

  1. Colombiano desbanca brasileiros e só Xuxa ganha Grammy Latino Estadão. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  2. História do Grammy Latino Redação Terra. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  3. Alejandro Sanz arrasa Maria Rita no Grammy Latino Redação Terra. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  4. Xuxa e Padre Marcelo saem de mãos vazias Redação Terra. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  5. Djavan, Ivan Lins e Rio Strings concorrem ao Grammy Latino 2005 UOL. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  6. Shakira ganha Grammy latino de melhor disco do ano TERRA. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  7. Adriana Calcanhoto desbanca Xuxa no Grammy Latino TERRA. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  8. Grammy Latino 2007 Jovem Pan. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  9. Veja os brasileiros indicados ao Grammy Latino de 2007 UOL. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  10. Brasil recebe Grammy Latino hoje Folha de São Paulo. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  11. Veja lista dos principais vencedores do Grammy Latino 2009 Agence France-Presse. Visitado em 22 de Janeiro de 2014.
  12. Maria Bethânia leva prêmio no Grammy Latino; veja outros brasileiros vencedores UOL. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  13. Hebe Camargo recebe prêmio no Grammy Latino 2010 SRDZ. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  14. Com nove prêmios, dupla porto-riquenha Calle 13 domina Grammy Latino 2011 UOL. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  15. Os indicados brasileiros ao Grammy Latino 2012 EXAME. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  16. Brasil não leva principais categorias do Grammy Latino Revista VEJA. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  17. Caetano, Roberto Carlos e Clarice Falcão disputam Grammy Latino G1. Visitado em 30 de outubro de 2013.
  18. Veja vencedores do Grammy Latino G1. Visitado em 04 de agosto de 2014.
  19. Premiação - Grammy Latino Grammy Latino. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  20. Latin Grammys Swap Cbs For Univision
  21. Grammy Latino teve audiência baixa na CBS - Cultura
  22. Cai audiência do Grammy Latino
  23. Latin Grammys Ratings Dip
  24. 2003 Latin Grammys Confirmed For Miami
  25. Billboard 18 Sep 2004
  26. Grammy Latino vai voltar para Los Angeles
  27. Latin Grammys: Spanish made the difference
  28. GRAMMY LATINO TROCA CBS PELA UNIVISIÓN
  29. http://top40-charts.com/news.php?nid=28289&string=Anais
  30. Latin GRAMMY 2006 - Univision Uforia Música
  31. http://www.mediapost.com/publications/?fa=Articles.showArticle&art_aid=116783
  32. Lista de vencedores do Grammy Latino 2007
  33. Calle 13 e Caetano estão entre indicados ao Grammy Latino
  34. Ganadores del Latin GRAMMY 2008 - Univision Uforia Música
  35. 10th Annual Latin Grammy Awards Nielsen Ratings sing for Univision
  36. 2009 Latin Grammy Awards
  37. Record Breaking Audience for the 2010 Edition of Univision's 'Latin Grammy Awards'
  38. CET Universal y Panasonic facilitarán a Univision la emisión webcast de los Grammy Latinos
  39. 12th ANNUAL LATIN GRAMMY® AWARDS MAKES Univision No. 1 Network for the Night Among Adults 18-34
  40. 12th ANNUAL LATIN GRAMMY® AWARDS MAKES Univision No. 1 Network for the Night Among Adults 18-34 AND ON SOCIAL TV
  41. 13th Annual Latin Grammy Awards Reaches 10 Million Viewers And Makes Univision Number 2 Network For The Night Among Adults 18-34 (em Inglês) TV By The Numbers. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  42. Latin Grammy Awards 2012 Full List of Nominees
  43. 14th Annual Latin Grammy Awards Reaches 9.8 Million Viewers and Makes Univision a Top 3 Network for the Night (em Inglês) Amanda Kondolojy. Visitado em 16 de junho de 2014.
  44. The Latin Grammy Awards Celebrates Obama’s Immigration Plan
  45. Raul, Gonzalez. 15th Annual Latin Grammy Awards Reaches Nearly 10 Million Viewers With Double-Digit Growth Among Adults 18-49 and Adults 18-34 tvbythenumbers.com/.
  46. A 15ª Entrega Anual do Latin GRAMMY® Será Transmitida Ao Vivo Pela Univision Diretamente Do MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas
  47. Latin Grammys on Univision for another six years: Latin Recording Academy extends deal with network Chicago Tribune. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  48. Grammy Latino 2014 em Las Vegas
  49. SBT exibe Grammy Latino só no sábado Folha de São Paulo. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  50. SBT tira “Grammy Latino” da Band RD1. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  51. Band exibe Grammy Latino e faz premiação em São Paulo Tele História. Visitado em 29 de outubro de 2013.
  52. Grammy Latino 2013 You must go!. Visitado em 24 de janeiro de 2014.
  53. Band exibe Grammy Latino e faz premiação em São Paulo Tele História. Visitado em 29 de outubro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]