Grande Baía Australiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Grande Baía Australiana, no sul australiano.

A Grande Baía Australiana (Great Australian Bight em inglês) é uma imensa baía situada no sul da Austrália, no Oceano Índico. Estende-se desde o Cabo Pasley (Austrália Ocidental) até ao Cabo Carnot (Austrália Meridional), com uma amplitude total de 1160 km. A maior parte fica a sul da planície de Nullarbor.

Extesnão[editar | editar código-fonte]

A máxima autoridade internacional em matéria de delimitação de mares, a Organização Hidrográfica Internacional («International Hydrographic Organization, IHO), considera a Grande Baía Australiana como um mar integrante do oceano Índico. Na sua publicação de referência mundial, «Limits of oceans and seas» (Limites de oceanos e mares, 3ª ed. de 1953), atribui o número de identificação 62 e define-o da forma seguinte:

Norte:
A costa sul da Austrália.
Sul:
Uma linha que une o West Cape Howe (35° 08′ S 117° 37′ E), na Austrália, com o cabo South West, na Tasmânia.
Leste:
Uma linha desde o cabo Otway, Austrália, até à ilha King e daí até ao cabo Grim, o extremo noroeste da Tasmânia.
Limits of oceans and seas, pág. 10.[1]

Outra definição muito utilizada é a que estabelece que os seus limites são, desde o cabo Pasley, na Austrália Ocidental, até ao cabo Carnot, Austrália Meridional, uma distância de 1160 km[2]

O topónimo mais geralmente aceite na Austrália para o corpo de água adjacente é o de oceano do Sul ou Meridional (Southern Ocean) e não "oceano Índico".

Grande parte da baía está a sul da expansiva planície de Nullarbor, que se estende entre os dois estados australianos - Austrália Meridional e Austrália Ocidental. A autoestrada Eyre passa perto das falésias da baía entre Head of the Bight e Eucla.

Costas[editar | editar código-fonte]

Típicas falésias da costa da Grande Baía.

As costas da baía caracterizam-se pelas suas grandes falésias de 60 metros de altura na envolvência das praias, e pelas suas plataformas rochosas. As águas da baía, embora não sejam muito profundas, contam apenas com vida marinha, o que não se passa na maioria das plataformas continentais que acolhem uma grande variedade de espécies. Tal é devido ao deserto situado a norte da baía ser árido. A precipitação é escassa e, quando se produz, a água infiltra-se na forma de lagos salgados. Portanto, a Grande Baía recebe pouca água doce e nutrientes fertilizantes, convertendo-se num deserto submarino. Porém, o número de tubarões que frequenta estas águas costeiras é grande, bem como o da baleia-franca-austral.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «On the North.
    The South coast of Australia.
    On the South.
    A line joining West Cape Howe (35°08′S 117°37′E) Australia to South West Cape, Tasmania.
    On the East.
    A line from Cape Otway, Australia, to King Island and thence to Cape Grim, the Northwest extreme of Tasmania».
    ver: http://www.iho.int/publicat/free/files/S23_1953.pdf.
  2. Encyclopaedia Britannica: Great Australian Bight (em inglês). Página visitada em 29 de setembro de 2011.