Grande Prêmio da Itália de 1978 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Resultados do Grande Prémio da Itália de 1978 realizado a 10 de Setembro de 1978 no Monza.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Equipa Voltas Tempo Grid Pts
1 1 Flag of Austria.svg Niki Lauda Brabham-Alfa Romeo 40 1:07:04.54 4 9
2 2 Flag of the United Kingdom.svg John Watson Brabham-Alfa Romeo 40 +1.48 secs 7 6
3 11 Flag of Argentina.svg Carlos Reutemann Ferrari 40 +20.47 secs 11 4
4 26 Flag of France.svg Jacques Laffite Ligier-Matra 40 +37.53 secs 8 3
5 8 Flag of France.svg Patrick Tambay McLaren-Ford 40 +40.39 secs 19 2
6 5 Flag of the United States.svg Mario Andretti Lotus-Ford 40 +46.33 secs 1 1
7 12 Flag of Canada.svg Gilles Villeneuve Ferrari 40 +48.48 secs 2
8 14 Flag of Brazil.svg Emerson Fittipaldi Fittipaldi-Ford 40 +55.24 secs 13
9 29 Flag of Brazil.svg Nelson Piquet McLaren-Ford 40 +1:06.83 24
10 22 Flag of Ireland.svg Derek Daly Ensign-Ford 40 +1:09.11 18
11 4 Flag of France.svg Patrick Depailler Tyrrell-Ford 40 +1:16.57 16
12 20 Flag of South Africa.svg Jody Scheckter Wolf-Ford 39 +1 Volta 9
13 27 Flag of Australia.svg Alan Jones Williams-Ford 39 +1 Volta 6
14 33 Flag of Italy.svg Bruno Giacomelli McLaren-Ford 39 +1 Volta 20
NC 17 Flag of Switzerland.svg Clay Regazzoni Shadow-Ford 33 +7 Voltas 15
Ret 35 Flag of Italy.svg Riccardo Patrese Arrows-Ford 28 Motor 12
Ret 7 Flag of the United Kingdom.svg James Hunt McLaren-Ford 19 Distribuidor 10
Ret 37 Flag of Italy.svg Arturo Merzario Merzario-Ford 14 Motor 22
Ret 15 Flag of France.svg Jean Pierre Jabouille Renault 6 Motor 3
Ret 6 Flag of Sweden.svg Ronnie Peterson Lotus-Ford 0 Acidente Fatal 5
Ret 3 Flag of France.svg Didier Pironi Tyrrell-Ford 0 Acidente 14
Ret 16 Flag of Germany.svg Hans Joachim Stuck Shadow-Ford 0 Acidente 17
Ret 30 Flag of the United States.svg Brett Lunger McLaren-Ford 0 Acidente 21
Ret 19 Flag of Italy.svg Vittorio Brambilla Surtees-Ford 0 Acidente 23
DNQ 25 Flag of Mexico.svg Hector Rebaque Lotus-Ford
DNQ 10 Flag of Austria.svg Harald Ertl ATS-Ford
DNQ 9 Flag of the Netherlands.svg Michael Bleekemolen ATS-Ford
DNQ 18 Flag of Italy.svg Gimax Surtees-Ford
DNPQ 23 Flag of Austria.svg Harald Ertl Ensign-Ford
DNPQ 32 Flag of Finland.svg Keke Rosberg Wolf-Ford
DNPQ 36 Flag of Germany.svg Rolf Stommelen Arrows-Ford
DNPQ 38 Flag of Italy.svg Alberto Colombo Merzario-Ford

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Pole position: Mario Andretti - 1:37.520
  • Volta mais rápida: Mario Andretti - 1:38.23
  • Voltas a líder: Jean Pierre Jabouille 5 voltas (1-5); Niki Lauda 35 voltas (6-40).
  • Mario Andretti e Gilles Villeneuve acabaram a prova respectivamente em primeiro e segundo lugar, mas receberam, cada um, um minuto de penalidade no tempo final de corrida, por queimarem a largada.
  • Devido ao grande tempo necessário após o grave acidente ocorrido a primeira volta para limpar a pista, a prova teve apenas 40 voltas, em vez das 52 previstas.
  • O início da prova sofreu longo atraso pois, na formação do grid para o reinício da corrida, o piloto Jody Scheckter perdeu a roda do carro e bateu forte. Por sorte, o piloto saíu sem maiores complicações do local do acidente, mas as barreiras de pneus onde ele se chocou ficaram completamente destruídas. Um outro grande atraso decorreu da reorganização destas barreiras, e a corrida somente reiniciou por volta das 6 horas da tarde (18 horas), horário local.
  • Foi exatamente nesta corrida que estreou na F-1 o semáforo, em substituição ao antigo método de largada em que se baixava uma bandeira com as cores do país-sede do GP.
  • No entanto, o diretor da prova, Gianni Restelli, atrapalhou-se com a novidade: antes que os carros das últimas filas do grid houvessem parado, foi acionada a luz verde. Os pilotos que vinham de trás, portanto, arrancaram em maior velocidade, o que fez com que todos os carros chegassem juntos ao ponto em que a reta se estreitava antes da Chicane Goodyear. Alguns carros se tocaram, e o Lotus de Ronnie Peterson foi jogado para fora da pista, de encontro ao guard-rail. O choque danificou seriamente a parte dianteira do Lotus e rompeu os tanques de combustível, causando um grande incêndio. Peterson foi tirado do carro com graves ferimentos nas pernas, por bombeiros e outros pilotos, e foi internado. Os primeiros procedimentos médicos no atendimento incluíram a amputação do pé esquerdo do piloto. No dia seguinte, ele faleceu, vítima de embolia causada pelas fraturas.
  • Nas entrevistas dos pilotos após a prova, o inglês James Hunt declarou que, pelo som que emitia no momento da largada, o antigo Lotus reserva que Peterson estava usando parecia ter problemas e não acelerar devidamente, o que teria contribuído para o desastre. No mesmo acidente foi seriamente ferido o piloto italiano Vittorio Brambilla, atingido na cabeça por uma roda solta de um dos carros envolvidos (provavelmente de Schekter), e alguns meses depois outro piloto italiano, Riccardo Patrese, foi colocado em sursis pela FIA, sob a acusação de ter sido elemento culposo do acidente. Por conta da confusão ocorrida com o uso do semáforo no GP da Itália, determinou-se que a largada só poderia ser dada depois que um fiscal atravessasse o grid com uma bandeira na mão, sinalizando que todos os carros haviam parado. * Mario Andretti é campeão mundial de pilotos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Holanda de 1978
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 1978
Próxima Prova:
Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1978

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Itália de 1977
Grande Prêmio da Itália Próxima Prova:
Grande Prêmio da Itália de 1979