Grande Prêmio do Japão de 1989 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
GP do Japão de F-1 de 1989
Circuit Suzuka.png

Mapa do circuito
Detalhes da Corrida
Data 22 de Outubro, 1989
Nome Oficial XV Fuji Television Japanese Grand Prix
Local Autódromo de Suzuka, Suzuka
 Japão
Percurso 5.859 km
Total 53 voltas / 310.527 km
Pole
Piloto Brasil Ayrton Senna (McLaren-Honda)
Tempo 1:38.041
Volta mais rápida
Piloto França Alain Prost (McLaren-Honda)
Tempo 1:43.506 (na volta 43)
Pódio
Primeiro Itália Alessandro Nannini (Benetton-Ford)
Segundo Itália Ricardo Patrese (Williams-Renault)
Terceiro Bélgica Thierry Boutsen (Williams-Renault)

O Grande Prémio do Japão de Fórmula 1 de 1989 foi realizado em Suzuka, Japão no dia 22 de outubro de 1989. Foi a décima quinta e penúltima prova do Mundial de Fórmula 1 de 1989. Essa corrida está entre as mais conhecidas da história da Fórmula 1, sendo o ponto culminante da rivalidade entre Ayrton Senna e Alain Prost na McLaren e que se estenderia pelas temporadas seguintes com ambos em equipes diferentes.

O vencedor da corrida foi Alessandro Nannini da Benetton após Senna, que cruzou a linha de chegada em primeiro, ser desclassificado. Senna, largou na pole position pela 12ª vez em 15 corridas, a seu lado largou seu companheiro de equipe e desafeto nas pistas, Alain Prost.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Na largada, Prost assumiu a liderança, com Senna em segundo, Gerhard Berger, da Ferrari, em terceiro e Nannini em quarto, Prost abriu vantagem até cerca de 25 voltas, quando Senna começou a ser mais veloz, diminuindo a diferença até alcançá-lo na volta 40, a dupla da Ferrari, Berger e Nigel Mansell abandonou, Berger teve a caixa de marchas quebrada após 34 voltas, na volta 43, o motor do carro de Mansell não resistiu e ele também abandonou. Após chegar em Prost, Senna foi em busca da ultrapassagem, pois estava 16 pontos atrás de Prost no campeonato e precisava vencer a corrida, além de vencer também a prova seguinte, na Austrália. Prost possuía um carro com um acerto mais equibibrado para as curvas, Senna tinha um carro mais veloz nas retas.

Na volta 46, Senna e Prost se tocam na chicane de Suzuka, Prost sai da corrida, Senna pede ajuda externa aos fiscais para seguir na prova, corta a chicane e retorna para a pista. Depois disso, troca o bico e vai para os boxes. Nannini passa a ser o líder da corrida, mas Senna alcança-o e restando duas voltas para o final, ultrapassa-o no mesmo local do toque com Prost e vence a corrida.

Pós corrida[editar | editar código-fonte]

Por interferência do presidente da FIA, Jean-Marie Balestre, Senna foi desclassificado da prova pelo corte da chicane depois de ser empurrado pelos fiscais, com essa decisão Prost sagrou-se campeão com uma corrida de antecipação. À época, muitos desconfiaram de que aquela era uma decisão parcial, uma vez que Balestre era amigo de Prost e ambos são franceses. Anos mais tarde, já fora da presidência da FIA, Balestre admitiu que beneficiara Prost naquele final de campeonato. A imagem aérea mostra que Prost começou a fazer a curva muito antes, chocando seu carro ao de Senna deliberadamente.[carece de fontes?]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Construtor Voltas Tempo/Abandono Grid Pontos
1 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 53 1'35:06.2 6 9
2 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 53 +11.904 5 6
3 5 Flag of Belgium.svg Thierry Boutsen Williams-Renault 53 +13.446 7 4
4 11 Brasil Nelson Piquet Lotus-Judd 53 + 1:44.225 11 3
5 7 Reino Unido Martin Brundle Brabham-Judd 52 + 1 Volta 13 2
6 9 Reino Unido Derek Warwick Arrows-Ford 52 + 1 Volta 25 1
7 15 Brasil Mauricio Gugelmin March-Judd 52 + 1 Volta 20  
8 10 Estados Unidos Eddie Cheever Arrows-Ford 52 + 1 Volta 24  
9 21 Itália Alex Caffi Dallara-Ford 52 + 1 Volta 15  
10 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford 51 + 2 Voltas 16  
DSQ 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 53 Desclassificado 1  
Ret 2 Flag of France.svg Alain Prost McLaren-Honda 46 Colisão 2  
Ret 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 46 Motor 9  
Ret 27 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 43 Motor 4  
Ret 12 Japão Satoru Nakajima Lotus-Judd 41 Motor 12  
Ret 4 Flag of France.svg Jean Alesi Tyrrell-Ford 37 Caixa de Vel. 18  
Ret 30 Flag of France.svg Philippe Alliot Lola-Lamborghini 36 Motor 8  
Ret 28 Flag of Austria.svg Gerhard Berger Ferrari 34 Caixa de Vel. 3  
Ret 20 Itália Emanuele Pirro Benetton-Ford 33 Colisão 22  
Ret 26 Flag of France.svg Olivier Grouillard Ligier-Ford 31 Motor 23  
Ret 16 Itália Ivan Capelli March-Judd 27 Suspensão 17  
Ret 17 Itália Nicola Larini Osella-Ford 21 Travões 10  
Ret 3 Reino Unido Jonathan Palmer Tyrrell-Ford 20 Combustível 26  
Ret 34 Alemanha Bernd Schneider Zakspeed-Yamaha 1 Caixa de Vel. 21  
Ret 24 Espanha Luis Perez-Sala Minardi-Ford 0 Colisão 14  
Ret 23 Itália Paolo Barilla Minardi-Ford 0 Embreagem 19  
DNQ 25 Flag of France.svg Rene Arnoux Ligier-Ford    
DNQ 29 Itália Michele Alboreto Lola-Lamborghini    
DNQ 39 Flag of France.svg Pierre Henri Raphanel Rial-Ford    
DNQ 39 Flag of Belgium.svg Bertrand Gachot Rial-Ford    
DNPQ 18 Itália Piercarlo Ghinzani Osella-Ford    
DNPQ 31 Brasil Roberto Moreno Coloni-Ford    
DNPQ 36 Flag of Sweden.svg Stefan Johansson Onyx-Ford    
DNPQ 35 Japão Aguri Suzuki Zakspeed-Yamaha    
DNPQ 33 Flag of Argentina.svg Oscar Larrauri Euro Brun-Judd    
DNPQ 37 Flag of Finland.svg Jyrki Järvilehto Onyx-Ford    
DNPQ 40 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford    
DNPQ 41 Flag of France.svg Yannick Dalmas AGS-Ford    

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Alessandro Nannini (Benetton-Ford) venceu a única corrida de F 1 da carreira, graças a desclassificação de Ayrton Senna;
  • A corrida valeu o título a Alain Prost por causa da desclassificação contestada do brasileiro;
  • Ayrton Senna não aceitou a desclassificação que lhe impuseram sob a alegação de voltar à pista usando um "atalho" pela chicane por cima do canteiro. Mas prevaleceu a sentença dos comissários e Senna amargou a desclassificação, a perda do bicampeonato e a declarada guerra contra os cartolas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Prova Anterior:
Grande Prémio da Espanha de 1989
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 1989
Próxima Prova:
Grande Prémio da Austrália de 1989

Prova Anterior:
Grande Prémio do Japão de 1988
Grande Prémio do Japão Próxima Prova:
Grande Prémio do Japão de 1990