Grande Selo dos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Grande Selo dos Estados Unidos
Grande Selo dos Estados Unidos
Versões
via 0px
Great Seal of the United States (reverse).svg
Reverso do Selo
Detalhes
Detentor Os Estados Unidos
Adoção 1782
Timbre Um halo dourado rompendo uma nuvem de sua cor que envolve uma constelação de treze estrelas prateadas num campo de azul
Escudo Palado de treze peças, prata e vermelho; chefe, azul
Suportes Uma águia calva disposta
Lema E pluribus unum
Outros elementos Na garra dextra da águia, um ramo de oliveira; na garra sinistra, treze flechas; no bico, um listel com o lema; o reverso configura "Uma pirâmide inacabada. No zénite um olho num triângulo circundado por uma auréola de sua cor
Uso Em tratados, cartas-patente e mais

O Grande Selo dos Estados Unidos (em Inglês, Great Seal of the United States) é utilizado para autenticar determinados documentos emitidos pelo governo dos Estados Unidos. A expressão é utilizada quer para designar o selo físico (na posse do Secretário de Estado) e, mais genericamente, para designar o símbolo. O Grande Selo foi usado publicamente pela primeira vez em 1782.

Os Estados Unidos tem o seu brasão de armas, o qual foi criado pelo Ato do Congresso do dia 20 de Junho de 1782, que é o Grande Selo dos Estados Unidos.[1] Ele é utilizado duas a três mil vezes ao ano; em vários tipos de documentos governamentais, como em passaportes, tratados, insígnia militar, etc.[2]
O nome desse Selo em inglês é The Great Seal of the United States of America. Ele é o mesmo selo que o antigo Congresso dos EUA usava antes de formar o Congresso constitucional e foi por ordem do código dos EUA estabelecido e declarado, pelo Congresso, o Selo dos EUA.[3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Frente[editar | editar código-fonte]

O verso do Grande Selo é considerado o brasão de armas dos Estados Unidos. O escudo, apesar de frequentemente representado de forma errada, possui duas principais divergências com a Bandeira americana. Primeiramente, o escudo Grande Selo não possui estrelas no topo azul. Além disto, ao contrário da bandeira americana, o Grande Selo tem as faixas maiores em branco, visando não ferir as regras de heráldica.

O suporte do escudo é uma águia-de-cabeça-branca, também conhecida como "águia-americana", com suas asas abertas. A águia segura um feixe de 13 flechas em sua garra esquerda, representando os 13 estados originais. Na garra direita, a águia segura um ramo de oliveira, um símbolo da paz. Apesar não especificado por lei, o ramo de oliveira é representado com exatamente 13 folhas e 13 oliveiras, também em alusão aos 13 estados originais. A águia está com a cabeça virada para o ramo de oliveira, simbolizando a preferência dos Estados Unidos pela paz.[4] No bico, a águia tem presa uma faixa com o lema em latim: E pluribus unum (De muitos, um). Acima da cabeça da águia, há uma glória circundando um campo azul com 13 estrelas prateadas. Na versão atual do Grande Selo, as estrelas são dispostas em 5 fileiras na quantidade "1-4-3-4-1", formando um hexagrama.

Verso[editar | editar código-fonte]

Uma resolução de 1782 do Congresso que adota o Grande Selo descreve o reverso como "uma pirâmide inacabada. No zênite, um olho sobre em um triângulo, circundados por uma glória". A pirâmide é convencionalmente exibida com 13 camadas de tijolos em referência aos 13 estados originais. A adoção da resolução prevê a inscrição na base com a data "MDCCLXXVI" (1776), o ano da Declaração de Independência dos Estados Unidos. No topo do selo há duas inscrições: Annuit cœptis e Novus ordo seclorum. Significam, respectivamente: "Ele aprova nossos empreendimentos" e "Nova Ordem dos Séculos".[5] O verso nunca foi disposto oficialmente como um selo, mas aparece na nota de 1 dólar.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The American Heraldry Society. The Arms of the United States: Criticisms and Rebuttals. Visitado em 21 de setembro de 2014.
  2. No dia 4 de Fevereiro de 1790, a Corte Suprema dos Estados Unidos ordenou que o Grande Selo dos Estados Unidos seja o Brasão de Armas dos Estados Unidos
  3. U.S.Code, Title 4, Chapter 2 § 41, declara e estabelece que O selo antes usado pelo Congresso dos Estados Unidos reunido, deverá ser, e por meio deste é declarado ser, o selo dos Estados Unidos.
  4. Eagle on the U.S. Seal: A Turn of the Head.
  5. Journals of the Continental Congress (20 de junho de 1782).
  6. John MacArthur. Source of NOVUS ORDO SECLORUM.
Ícone de esboço Este artigo sobre Sigilografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.