Grande fome de 1740-1741 na Irlanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

A grande fome de 1740-1741 na Irlanda possivelmente teve magnitude similar à mais conhecida grande fome irlandesa. Diferente da fome da década de 1840, que foi causada em parte por uma infecção de fungos nas colheitas de batata, a de 1740-1741 foi causada pelo frio extremo e tempo chuvoso por anos sucessivos, resultando em uma série de colheitas ruins. A fome juntou-se a uma série de doenças fatais. O frio e seus efeitos estenderam-se por toda Europa, e aquele parece ter sido o último período de grande frio ao final da Pequena Idade do Gelo entre 1400-1800.

Não existe informação disponível do numero de mortes causadas pela fome. A informação demográfica do período era deficiente, pois poucos censos foram feitos no século XVIII. Porém no Condado de Kerry, de 15.000 casas, foi reduzido para 11.000 em 1742.

Calcular a taxa de mortalidade para a fome de 1847-1849 também se provou difícil, mesmo com a existência de censos em 1841 e 1851. Porém, o historiador irlandês Joe Lee especulou a partir de testemunhos contemporâneos, e informações de outras fomes internacionais no período, que a taxa de mortalidade de 1740-1741 foi similar à da fome de 1847, ou seja, que 10% da população tenha morrido. Como não houve uma emigração massiva em 1740-1741, isto foi largamente ignorado.

O ano de 1741, durante ao qual a fome estava em seu auge e a mortalidade foi a maior, era conhecido na memória popular como o "ano do abate" (ou bliain an áir em irlandês).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • David Dickson, Arctic Ireland (White Row Press, Dublin 1997).
  • Michael Drake, The Irish Demographic Crisis of 1740–41, Historical Studies VI, T. W. Moody (ed.), Routledge & Kegan Paul, London 1968.
  • Joe Lee, The Modernisation of Irish Society (ISBN 0-7171-0567-9)