Grande valse brillante em Mi bemol maior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Grande valse brillante em Mi bemol maior (Op. 18, nº 1) foi composta por Frédéric Chopin em 1833 e publicada em 1834. Trata-se da primeira publicação de Chopin para uma valsa composta para concerto de piano solo. Não obstante, antes desse ano, Chopin escrevera no mínimo dezesseis outras valsas, as quais, quer tenham sido destruídas, quer tenham sido publicadas postumamente, cronologicamente precederam a "Grande valsa brilhante".

O título de Grand valse brillante foi igualmente atribuído por Chopin a três outras valsas, quais sejam, Op. 34 Nº 1, Nº 2 e Nº3, todas publicadas em 1838.

Em 1909, o compositor russo Igor Stravinski fez um arranjo para orquestra dessa valsa para o balé Les Sylphides, de Serge Diaghilev.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.