Gregório III Laham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gregório III
Arcebispo da Igreja Católica
Patriarca Greco-Melquita de Antioquia e de todo Oriente, Alexandria e Jerusalém

Título

Patriarca Greco-Melquita
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 15 de fevereiro de 1959
Ordenação episcopal 27 de novembro de 1981
Lema episcopal Vigiai no amor
Nomeado arcebispo 29 de novembro de 2000
Brasão arquiepiscopal
PatriarchNonCardinal PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Daraya
15 de Dezembro de 1933 (80 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Gregório III Laham (árabe: غريغوريوس الثالث لحام) é o atual Patriarca Greco-Melquita de Antioquia e de todo Oriente, Alexandria e Jerusalém, sucedendo Máximo V Hakim.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gregório III em Roma com o Arquimandrita Theodoro A.C. de Oliveira do Mosteiro dos Filhos Misericordiosos da Cruz (maio 2008)

Nasceu em Daraya, perto de Damasco, Síria, em 1933, com o nome de batismo Loutfi Laham.[1] Com 11 anos, ingressou no Seminário de São Salvador dos Padres Basilianos Salvatorianos em Shoof, Líbano. Professou seus votos religiosos simples na Ordem Basiliana Salvatoriana em 1949, e seus votos religiosos solenes em 1954.

Recebeu sua educação religiosa e filosófica no Seminário de São Salvador, em Joun, Líbano. Terminou seus estudos com a graduação em Teologia em Roma, sendo ordenado sacerdote em 1959 na Igreja da Abadia de Grottaferrata, que fica ao sul da cidade.

O futuro patriarca recebeu um doutorado em Teologia Oriental pelo Pontifício Instituto Oriental em Roma depois de sua ordenação. Serviu então como superior do Seminário Maior São Salvador de 1961 a 1964. Neste período, em 1962, fundou a revista Al-Wahdah - Unidade na Fé, a primeira revista ecumênica a ser publicada em árabe.

Também fundou uma série de orfanatos e escolas técnicas.

Em 1981, foi ordenado arcebispo pelo Patriarca Máximo V.

Em 29 de novembro de 2000, foi eleito patriarca, sucedendo Máximo V Hakim, que resignou com 92 anos por causa de saúde prejudicada, e morreu sete meses depois.

Assumiu o nome de Gregório ("vigilante", em grego) depois do do Patriarca Gregório II Youssef, o último de sua ordem que tinha sido eleito patriarca (1864-1897).

Em 8 de maio 2008, juntamente com outros Bispos e Arquimandritas Melkitas, foi acolhido em Vaticano pelo Papa Bento XVI.

De 5 à 17 de agosto 2010 visitou o Brasil,passando por Boa Esperança onde se reuniu à Dom Spiridon Mattar

Lema[editar | editar código-fonte]

O lema de Gregório III é Vigiai no amor.

Outras imagens[editar | editar código-fonte]

Observação[editar | editar código-fonte]

Normalmente, para os Patriarcas não dever-se-ia dizer o sobrenome. Nas páginas de Wikipedia, coloca-se o sobrenome (neste caso de Gregório III), para não criar desambiguações, por exemplo, com Papa Gregorio III.

Referências

  1. David M. Cheney. Grégoire III (Loutfi) Laham, B.S. Catholic-Hierarchy.org.. Página visitada em 15 de janeiro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Gregório III Laham
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.