Gregory Hemingway

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gregory Hancock Hemingway (Kansas City, Missouri, 12 de novembro de 1931Miami, 1 de outubro de 2001), conhecido mais tarde como Gloria Hemingway, foi o terceiro e mais jovem filho do escritor estadunidense Ernest Hemingway, o segundo de sua segunda mulher, Pauline Pfeiffer.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gregory formou-se em medicina em 1964 pela Universidade de Miami. Em 1976 publicou um relato da vida de seu pai e a estreita relação que eles tinham, intitulada Papa: A Personal Memoir, publicado no Brasil como Papá, uma biografia pessoal. Em 1988 o abuso de álcool e drogas e uma "conduta incompatível com a ética" o fizeram perder a licença para clinicar. Como agravante, também sofria de transtorno bipolar. A partir daí, passou a se sustentar com uma mesada fornecida pela família.[1]

Gregory Hemingway praticava o travestismo: vivia saindo à rua vestido de mulher e chegou a fazer o implante de um seio. A despeito disso, casou-se quatro vezes e foi pai de oito crianças: Patrick, Edward, Sean, Brendan, Vanessa, Maria, John e Lorian. Seu último casamento, com Ida Mae Galliher, terminou em divórcio em 1995, depois de três anos. Nesse mesmo ano ele se submeteu a uma operação para mudança de sexo e em 1997, numa cerimônia em Washington, voltou a casar-se com Ida. Até a sua morte a legitimidade do casamento foi contestada. Gregory morreu como Gloria em 2001, aos 69 anos, de hipertensão e doença cardiovascular, numa penitenciária feminina de Miami, a Miami-Dade Women's Detention Center.[2] Seis dias antes fora preso completamente nu e devia comparecer em corte no dia em que morreu para enfrentar acusações de atentado violento ao pudor e de resistir à prisão sem violência.[3]

Referências

  1. BBC News. 3 de outubro de 2003. "Hemingway legacy feud 'resolved'". Acessado em 28 de novembro de 2008.
  2. Yardley, Jonathan. Washington Post. 11 de novembro de 2004. "A Writer's Companion". Acessado em 27 de novembro de 2008.
  3. "The Strange Saga of Gregory Hemingway". Acessado em 28 de novembro de 2008.