Gressino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Grissini grandes em uma cesta

Gressinos (do italiano grissino) são pequenos bastões torrados e secos de pão, com o tamanho aproximado de um pincel, e espessura de dedos (de onde vem o nome). É uma receita tipica de Turin e da culinária italiana em geral.[1]

Originalmente, acreditava-se que a receita datava do século XIV. Entretanto, a tradição local remonta ao ano de 1679, quando o grissino teria sido criado por um padeiro em Lanzo Torinese (norte da Itália).

Gressino ainda cru, temperado com ervas

Gressinos podem ser oferecidos na mesa dos restaurantes, durante o couvert, como um aperitivo. Podem ser servidos com patê, manteiga ou ainda carnes como presunto.

As regiões onde o gressino se encontra presente é na América, Europa (principalmente Espanha, Itália e Grécia), Austrália e em algumas partes da Ásia.

Pré-pronto, o gressino seco pode ser comprado em mercados como um tipo de lanche ou entrada de uso doméstico, similar ao cracker.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências