Grupo Inepar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde abril de 2011).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Grupo Inepar
Inepar S.A.
Tipo Empresa de capital aberto
Cotação Bovespa: INEP3, INEP4
Indústria Conglomerado
Fundação 1953
Sede Curitiba, PR,  Brasil
Presidente Cesar Romeu Fiedler
Produtos Equipamentos Metroviários
Construção Civil
Administração de Estradas e Rodovias
Equipamentos e Serviços de Telecomunicações, Energia e Petróleo
Componentes Eletrônicos
Subsidiárias IESA
Andritz Hydro Inepar do Brasil
Inepar Triunfo Sistemas Construtivos S.A.
RIG Oil & Gas Inc.
CDB Companhia Brasileira de Diques
Lucro Aumento R$ 187,6 milhões (2013)
Faturamento Aumento R$ 2,162 bilhões (2013)[1]
Página oficial www.inepar.com.br/

O Grupo Inepar é um grupo industrial brasileiro, com origem no estado do Paraná que atua nas áreas de construção de equipamentos de energia, telecomunicações, etc.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1953 surge a ENCO - Engenharia e Comércio Ltda;

Em 1968 é criada a INELCO - Indústrias Elétricas e Comércio Ltda;

Em 1971 a INELCO sofre alteração na sua razão social passando a se chamar INEPAR - Indústrias Eletromecânicas do Paraná Ltda;

Em 1975 a INEPAR Ltda sofre transformçãoes passando a se chamar INEPAR S/A;

Em 1976 ocorreu a incorporação da ENCO, criando a INEPAR S/A Indústria e Construções; Criação da IBR - Indústria Brasileira de Relés S/A;

Em 1977 acontece a implantação da INEPAR S/A Indústria e Construções na Cidade Industrial de Curitiba;

Em 1980 a Inepar abre seu capital social;

Em 1982 a Inepar S/A incorpora a IBR - Indústria Brasileira de Relés S/A;

Em 1986 a Inepar S/A adquire da Westinghouse do Brasil S/A todo o maquinário e tecnologia para fabricação de capacitores;

Em 1987 a Inepar adquire da Westinghouse do Brasil S/A a tecnologia para a fabricação de chaves "CSL" e "PWT de Aterramento" para Banco de Capacitores; A Aquisição, junto a Westinghouse Corporation (EUA), da Unidade Industrial de Campinas para a fabricação de semicondutores de potência.

Em 1991 a Inepar incorporação a Divisão de Sistemas de Automação da Microlab S/A. Aquisição da Politel para capacitores BT.

Em 1992 a Inepar realiza uma Joint-venture com a General Electric do Brasil S/A em medidores para toda a América do Sul.

Em 1993 a Fundação do Banco Central do Brasil - CENTRUS - passa a fazer parte do capital votante da INEPAR S/A Indústria e Construções.

Em 1995 a Inepar realiza uma Joint-venture com a HUBBELL Inc., dos EUA;

Em 1996 a Inepar faz a aquisição da Sade Vigesa Industrial e Serviços S/A;

Em 1997 a Inepar faz Joint-venture com a Landis & Gyr (hoje Siemens Metering Ltda). Joint-venture com a Mastec Inc., dos EUA;

Consolidação da política de distribuição de ações. Joint-venture com a GE Hydro Canadá. Criação da Inepar-FEM Equipamentos e Montagens S/A (Joint-venture Bradesco/CSN/Inepar/BNDESPar);

Acordo de Cooperação Empresarial com a CAF - Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles, para a produção de equipamentos metroferroviários;

Aquisição da IESA - IESA

Em 1998 - Participação na reestruturação da Nordon S/A Indústrias Metalúrgicas. Joint-venture com a Arteche (Espanha) - fabricação de transformadores de medida;

Em 1999 - Joint-venture com a Lucent Technologies Inc. Reestruturação do Grupo Inepar em três grandes divisões de negócios, ficando a Inepar S/A;

Indústria e Construções como a divisão para negócios de Equipamentos, Montagens e Serviços de infra-estrutura nas áreas de Energia, Telecomunicações e Petróleo entre outras;

Em 2000 - A Inepar Consolida o Plano de Reestruturação Organizacional e Societária, com a incorporação da IESA e Sade Vigesa Industrial e Serviços S/A;

Assinado Acordo de Tecnologia com a L&H A.S. para equipamentos de exploração de petróleo. Recorde de vendas atingindo uma carteira de pedidos em dezembro de 2002 acima de R$ 1 Bilhão;

Em 2001 - Recorde de Faturamento anual da Inepar Indústria e Construções R$ 841 milhões (Receita Bruta sem Joint Ventures) e R$ 967 milhões (com Joint Ventures);

Em 2003 - Implantação e consolidação do Centro Empresarial Industrial do Grupo Inepar, com a transferência da Unidade de Curitiba para Araraquara, bem como a transferência da matriz e todas as suas atividades também para Araraquara;

Em 2003 – Criação da IESA Óleo & Gás;

Em 2007 - Receita Bruita de R$ 1 bilhão;

Em 2008 - Joint-Venture com a Triunfo Infraestrutura (TIISA);

Em 2012 – A empresa atinge uma Receita Bruta de R$ 2 bilhões;

Em 2014 - A empresa entra com pedido de Recuperação Judicial em 29 de Agosto de 2014 na Comarca de Araraquara do Estado de São Paulo.[2] As dívidas com o BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social chega a R$80 milhões.[3]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências





Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.