Grupos Antiterroristas de Libertação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Grupos Antiterroristas de Libertação (Grupos Antiterroristas de Liberación em espanhol) ou GAL foram agrupações armadas que praticaram o denominado terrorismo de Estado ou "guerra suja" contra o grupo terrorista ETA e o seu contorno, durante a década de 1980 na Espanha. 1 Tiveram apoio de altos funcionários públicos do Ministério do Interior da Espanha, durante o governo do Partido Socialista Operário Espanhol.

Embora dissessem combater ETA, em várias ocasiões atacaram simples militantes da esquerda independentista basca e contra ecologistas. Também realizaram ações indiscriminadas devido às quais faleceram cidadãos franceses sem adscrição política conhecida.2

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.