Guache

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tropaelum majus de Hans-Simon Holtzbecker

O guache é uma aquarela opaca, porém elaborado numa consistência mais líquida por ser utilizado uma quantidade maior de aglutinante. Seu grau de opacidade varia com a quantidade de pigmento branco adicionado à cor, geralmente o suficiente para evitar que a textura do papel apareça através da pintura, fazendo com que não tenha a luminosidade das aquarelas transparentes.

O guache é uma mistura de aglutinante (goma arábica) com pigmento branco, que resulta numa tinta opaca de grande poder de cobertura. É constituído por pigmentos coloridos moídos em pó aglutinados com um pigmento plástico (medium) e pigmento branco opaco. A tinta é tornada opaca pela adição de pigmentos inertes, com por exemplo gesso-cré ou blanc fixe. Outrora era preparado tendo como ligante a goma arábica. Diferencia-se da aquarela pela sua qualidade opaca, as cores claras podem ser colocadas em cima de outras mais escuras, desde que já secas.

  • Segue-se uma explicação rápida dos componentes das tintas guache:
    • Goma-arábica: aglutinante e adesivo.
    • Glicerina: confere umidade, impede a secagem e o endurecimento excessivo da tinta, bem como a torna mais solúvel.
    • Xarope: age como plastificante, conferindo maciez a à moagem e à pintura.
    • Agente Umectante: favorece a fluidez.
    • Dextrina: usada para suavizar a textura e a qualidade de pincelamento de alguns pigmentos.

O guache dilui-se com água até ter mais ou menos a consistência do azeite. Aplica-se sobre papéis e cartões variados que devem ter algum "corpo" para não enfolarem, isto é, de alta gramatura. A qualidade do resultado final depende muito da qualidade dos guaches aplicados. Normalmente, e para pintar zonas de cor uniforme, só com guaches de alta qualidade é que se consegue um resultado perfeito. Os pincéis adequados para a pintura com guache são os mesmos da aquarela.

Na Idade Média já se usavam guaches nas iluminuras. Muitos artistas o usaram desde aí até aos nossos dias. Existem habitualmente em tubos e também em pastilha. Embora o guache seja principalmente uma técnica de pintura é também usado muitas vezes para desenho e ilustrações ou trabalhar em conjunto com materiais variados de desenho.

Guache é uma palavra que provem do Italiano “Guazzo” que quer dizer tinta de água. O termo foi originalmente cunhado no século XVIII em França, embora a técnica seja muito mais antiga, utilizada frequentemente a inícios do século XVI em Europa.

  • O guache dilui-se com água até ter mais ou menos a consistência do azeite.
  • Aplica-se sobre papéis e cartões variados que devem ter algum “corpo” para não enfolarem.
  • Os pincéis adequados para a pintura com guache são os mesmos da aquarela.
  • Hoje em dia o termo guache é dado às pinturas realizadas com este material.
  • Existem habitualmente em tubos e também em pastilha, em qualidade profissional e estudante.
Ícone de esboço Este artigo sobre Pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.