Guaramiranga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Guaramiranga é um município brasileiro do estado do Ceará. Está localizado na região serrana do estado, microrregião de Baturité e mesorregião do Norte Cearense, a 110 km da capital do estado, Fortaleza. Segundo estimativa de 2014 do IBGE, o município tinha cerca de 3 812 habitantes e 59,436 km² de área. [1] Sua sede se localiza a 865 metros de altitude. A cidade está situada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Maciço de Baturité.

O município se destaca como destino turístico pelo clima frio ao longo de todo o ano, rica fauna, movimentada cena artística e importantes construções históricas. É um dos municípios com menor média anual de temperatura da Região Nordeste. [carece de fontes?] Faz parte do Polo da Serra de Guaramiranga.

É a terra natal do cientista cearense Fernando de Mendonça, um dos pais do Programa Espacial Brasileiro, que trabalhou como representante do Brasil junto à NASA [2] e foi o primeiro diretor do INPE; [3] além de terra natal, também, do jurista José Linhares, ex-presidente república.

Portais de Informações de Guaramiranga[editar | editar código-fonte]

www.guaramiranga.com

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Guaramiranga vem do Tupi guará (vermelho) e miranga ou piranga (garça), significando Pássaro Vermelho. Sua denominação original era Conceição, porém, desde 1890, possui o nome Guaramiranga. [4]

História[editar | editar código-fonte]

As terras da atual Guaramiranga eram habitadas por várias etnias. A principal delas era a Kanyndé. [5] [6] Com a criação da Missão da Palma, durante o século XVIII, para a evangelização dos silvícolas, e a expansão da pecuária e as plantações de café no século XIX, consolidou-se o centro urbano que hoje se chama Guaramiranga.

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede, Guaramiranga. [7]

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município é dividido em 2 distritos: Guaramiranga (sede) e Pernambuquinho. [7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima da região é Tropical úmido, com pluviometria média de 1 657 mm [8] e chuvas concentradas de janeiro a Junho, além de com Chuvas Orográficas. [9]

Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura Máxima °C 25 24 24 23 23 22 23 25 26 26 26 26 24
Temperatura Mínima °C 17 18 19 18 18 18 16 16 16 17 17 18 18
Chuvas mm 127 180 243 298 236 193 132 61 43 43 36 66 1658

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água fazem parte da bacia Metropolitana, sendo elas os rio Pacoti e os riachos Candeias e Sinimbútantos, todos afluentes do rio Aracoiaba. [10]

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

Localizado no Maciço de Baturité, tem como principal elevação o Pico Alto, com 1 115 metros acima do nível do mar. Foi registrado a ocorrência de caolim, uma variedade da argila, em seu território.

Vista do Pico Alto, próximo a Guaramiranga.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A região possui uma vegetação diversificada, variando desde a caatinga arbustiva densa, floresta subcaducifólia tropical, floresta úmida semi-perenofólia, floresta úmida semi-caducifólia, floresta caducifólia à mata ciliar.

Economia[editar | editar código-fonte]

A base da economia local está assentada no setor de serviços, por meio do turismo, e na produção de gêneros agrícolas tradicionais, como o café, algodão, banana, arroz, cana-de-açúcar, milho e feijão; além da pecuária, em menor escala: bovinos, suínos e avícolas. Existem, ainda, duas indústrias de produtos alimentares.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo representa um forte componente da economia do município, graças a atrativos como o clima serrano, belas paisagens e eventos acolhidos durante todo o ano, como o Festival de Jazz e Blues.

Guaramiranga é um dos mais disputados destinos de carnaval dos cearenses, pois oferece opção para aqueles que preferem ficar longe do forró e do axé, que normalmente são dominantes no litoral do estado. Nesse período, a cidade abriga o Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga – evento que conta com a participação de grandes nomes da música nacional e internacional. [11] Nas noites frias da pequena cidade, a música entretém uma multidão de apreciadores, que lotam as ruas e hospedagens, muitas vezes improvisando barracas de acampamento e casas alugadas por moradores.

Além das atrações culturais, Guaramiranga é conhecida pelos atrativos naturais. Por estar localizada no Maciço de Baturité, região serrana a 865 metros acima do nível do mar, as temperaturas são amenas, geralmente entre 16 e 25º, embora, no mês de julho, a temperatura possa atingir 12°C. Por essas condições climáticas, é popularmente conhecida como “suíça cearense”. [12] A vegetação é composta de mata atlântica.

Guaramiranga é conhecida também por “cidade das flores”. [13] A origem desse título reside na tradição do cultivo de rosas no Maciço de Baturité.

Os prédios históricos e seu valor histórico são outra característica do município. A Pousada dos Capuchinhos, antes um mosteiro, é um dos principais pontos turísticos da cidade, mesmo para aqueles que não estejam lá hospedados; Os cantos gregorianos são tradição, entoados nas manhãs do antigo prédio religioso. A beleza do antigo mosteiro se estende, ainda, por seus jardins e fontes.

Trilha de mata atlântica em Guaramiranga.

As trilhas ecológicas são uma forte atração da região. Há, ainda, a Cachoeira do Perigo, localizada em Baturité.

Nas rotas turísticas de Guaramiranga há também o Pico Alto, local de maior altitude no Maciço de Baturité, com 1115 metros, e, consequentemente, de menores temperaturas, que podem chegar a 10°C em julho. Lá existe, ainda, um mirante onde os visitantes podem ver o pôr do sol.

Críticas

A crescente expansão turística que pesa sobre Guaramiranga, além da especulação imobiliária e do forte domínio do capital estrangeiro no ramo hoteleiro (sobretudo alemão, português, italiano), são alvo de grandes reclamações.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais que acontecem no município são:

Referências

  1. Guaramiranga: dados gerais do município Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 21 de setembro de 2014.
  2. Assembleia homenageia Fernando de Mendonça e Mauro de Oliveira Info Brasil. Visitado em 21 de setembro de 2014.
  3. Criado para ser a 'Nasa brasileira', Inpe completa 50 anos G1 (03.08.2011). Visitado em 21 de setembro de 2014.
  4. http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/.pdf Página do IBGE
  5. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  6. Aragão, R. B, Índios do Ceará e Topônimios Índigenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  7. a b http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/.pdf
  8. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  9. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  10. http://www.cprm.gov.br/
  11. Festival de jazz e blues na serra é opção de carnaval no Ceará G1 (09.02.2012). Visitado em 21 de setembro de 2014.
  12. Para curtir Guaramiranga Diário do Nordeste (19.06.2014). Visitado em 21 de setembro de 2014.
  13. Maria Rejane Reinaldo (2012). Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga - FNT: o Nordeste é o mundo. O mundo é Aqui. Ou, afetos e impactos na Cidade das Flores UFBA. Visitado em 21 de setembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre o Guaramiranga é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Guaramiranga.com.