Guebwiller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guebwiller
—  Comuna francesa França  —
Vista de Guebwiller com os Vosges ao fundo
Vista de Guebwiller com os Vosges ao fundo
Brasão de armas de Guebwiller
Brasão de armas
Guebwiller está localizado em: França
Guebwiller
Localização de Guebwiller na França
47° 54' 30" N 07° 12' 39" E
País  França
Região Blason région fr Alsace.svg Alsácia
Departamento Blason département fr Haut-Rhin.svg Alto Reno
Área
 - Total 9,68 km²
Altitude máxima 620 m (2 034 pés)
Altitude mínima 254 m (833 pés)
População (2010)[1]
 - Total 11 461
    • Densidade 1 184/km2 
Gentílico: Guebwillerois
Código Postal 68500
Código INSEE 68112
Sítio http://www.ville-guebwiller.fr

Guebwiller é uma pequena comuna francesa de 11 525 habitantes (1999) situada no departamento do Alto Reno (Alto Reno), na região Alsácia (francês: Alsace), perto da fronteira com a Alemanha. O nome alemão e alsaciano da cidade, não oficial, é Gebweiler.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Guebwiller situa-se 20 km ao noroeste de Mulhouse e a 25 km de Colmar, no vale do Florival, na beira dos Vosges e à entrada do vale do rio Lauch. O Grand Ballon, ponto culminante dos Vosges com seus 1424 m, encontra-se a somente 8 km a oeste da cidade, razão pela qual é chamado, às vezes, de Ballon de Guebwiller (Balão de Guebwiller).

História[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

A cidade de Guebwiller foi mencionada pela primeira vez em um ato de doação em favor da abadia de Murbach, em 774, sob o nome Villa Gebunvillare. Nessa época, era um simples domínio agrícola. A cidade medieval começou a tomar forma no século XII, em torno da Igreja Saint Léger (alemão: St Leodgar) e do castelo de Burgstall. Os muros da cidade foram construídos entre 1270 e 1287. A cidade, então, torna-se capital do principado de Murbach, usufruindo uma grande prosperidade e contando com uma população de 1350 habitantes em 1394.

Marcos históricos[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos anos, a cidade foi palco de diversos acontecimentos históricos: tentativa de invasão pelos Armagnacs em fevereiro de 1445, revolta dos habitantes contra a autoridade dos príncipes abades de Murbach e suas represálias, insurreição dos Rustauds em 1525, pilhagem da cidade pelos suecos em 1633, durante a Guerra dos Trinta Anos.

Guebwiller tornou-se francesa em 1648, no final da Guerra dos Trinta Anos, após a ratificação do Tratado de Münster. Em 1657, a cidade tinha uma população de apenas 176 pessoas.

A dominação da Abadia de Murbach termina somente com a Revolução Francesa, em 1789.

A indústria têxtil[editar | editar código-fonte]

No início do século XIX aparecem as primeiras indústrias têxteis. Isso marca o início de uma longa epopéia dessa indústria no vale do Florival, que acaba se tornando o segundo pólo têxtil da região, logo após Mulhouse. Em 1905, Guebwiller contava com 13294 habitantes.

Segunda Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Durante a Segunda Guerra Mundial, os habitantes de Guebwiller tiveram o mesmo destino de todos os alsacianos-lorenos: anexação alemã e incorporação forçada às forças armadas alemãs. Guebwiller foi liberada em 4 de Fevereiro de 1945 por um grupo de tanques do 4° regimento de Soldados Marroquinos.

Guebwiller hoje[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a cidade vive principalmente do turismo, recebendo visitantes de toda a França e do estrangeiro, principalmente da Alemanha e da Suíça.

Patrimônio religioso[editar | editar código-fonte]

Igreja Saint-Léger de Guebwiller
  • Igreja Saint-Léger
  • Igreja e convento dos Dominicanos
  • Igreja Notre-Dame

Patrimônio civil[editar | editar código-fonte]

Museus[editar | editar código-fonte]

Celebridades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Populations légales des communes en vigueur au 1er janvier 2013 (em francês) www.insee.fr. INSEE (dezembro de 2012). Página visitada em 3 de abril de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guebwiller