Guerra Civil de Guiné-Bissau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra civil de Guiné-Bissau
Data 7 de junho de 1998-10 de maio de 1999
Local
Desfecho Queda do governo de Vieira
Combatentes
Guiné-Bissau Governo de Guiné-Bissau
Senegal Senegal
Guiné Guiné
França França
Guiné-Bissau Forças rebeldes
Flag of Casamance.svg MFDC
Portugal Portugal
Principais líderes
Guiné-Bissau João Bernardo Vieira Guiné-Bissau Ansumane Mané
Forças
Guiné-Bissau 600 (Guarda Presidencial)[1]
SenegalGuiné 2.000 soldados[2]
Guiné-Bissau 3.000-6.000 soldados[2]
Vítimas
2.000-6.000 mortos e 350.000 deslocados[3]

A Guerra civil em Guiné-Bissau foi desencadeada por um golpe de Estado contra o Presidente João Bernardo Vieira, liderado pelo brigadeiro Ansumane Mané em junho de 1998. Confrontos entre as forças governamentais, apoiadas por estados vizinhos, e os rebeldes finalmente resultaram em um acordo de paz em novembro de 1998, que previa um governo de unidade nacional e novas eleições no próximo ano. Um surto posterior de breves combates em maio de 1999 terminou com a queda de Vieira.

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]