Guerra Colômbia-Peru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra Colômbia-Peru
B-C-E-P claims and reivindications.jpg
Território disputado por Peru, Equador e Colômbia desde o início do século XIX a meados do século XX, a origem da primeira guerra entre a Colômbia e o Peru e do conflito peruano-equatoriano
Data 1 de setembro de 1932 - 25 de maio de 1933
Local Rio Putumayo e afluentes.
Cidade de Leticia, localizado na Esquadra (depois Departamento) Colômbia de Amazonas.
Desfecho Status quo ante bellum, ratificação do Tratado Salomón-Lozano de 1922.
Combatentes
Bandera de Colombia
República da Colômbia
Flag of Peru (1825 - 1950).svg
República do Peru
Principais líderes
Enrique Olaya Herrera
Alfredo Vásquez Cobo
Luis Miguel Sánchez Cerro
Exército colombiano realizando manobras

A Guerra Colômbia-Peru foi um confronto armado entre esses dois países sul-americanos entre os anos 1932 a 1934. Isto ocorreu devido a disputas fronteiriças em Leticia no território das Três Fronteiras.

A partir de primeiro de setembro de 1932, mais de 300 civis peruanos armados cercaram Leticia; a Colômbia enviou 1.500 soldados para deter a insurgência que era dirigida contra o Tratado Salomón-Lozano de 1922 que consagrou a demarcação de fronteiras. Em seguida, igualmente o Peru, que tinha inicialmente condenado a rebelião, também envia unidades para proteger os insurgentes.

No início de 1933 ocorreram as primeiras batalhas na Amazônia, quando uma frota fluvial colombiana abriu o caminho para a cidade. Depois de meses de esforços diplomáticos para alcançar uma solução mutuamente aceitável para as partes em guerra; aderiram em maio de 1933, um cessar-fogo provisório e concordaram com a administração interina do território pela Liga das Nações, até um acordo de paz final.

Depois de um acordo bilateral em maio de 1934, Leticia foi repassada em julho para a Colômbia. O acordo previa a desmilitarização do território e ao Peru era garantido a liberdade de acesso à Amazônia e ao Rio Putumayo. Da mesma forma, acordos tarifários e comerciais são concluídos e as questões jurídicas do transporte de navegação fluvial resolvidas. Em troca, numa reafirmação do Tratado Salomon-Lozano, houve um pedido formal de desculpas do Peru pela invasão de setembro de 1932. Na conclusão deste tratado de paz o agente brasileiro Cândido Rondon esteve envolvido.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Conflicto de Leticia: Colombia, Perú, Ecuador, México y Brasil,Autor:Julián López García
Editorial:Librería General de V. Suárez, Año de Edición: 1933,Nº. de páginas: 72 páginas.
  • Historia de la República del Perú 1822 - 1933 Autor:Jorge Basadre Grohmann, Octava Edición corregida y aumentada, Tomo 13, Editada por el Diario "La República" de Lima y la Universidad "Ricardo Palma", Capitulo X, El Conflicto con Colombia y la Campaña del Nor-Oriente, páginas 3315-3343.
  • Conflicto Amazónico 1932 / 1934 de Villegas Editores, Bogotá, Colombia; Autores: Juan Camilo Restrepo, Luis Ignacio Bentancur; Publicado en el año 2001, ISBN:9588160111. Nº. de Páginas: 201.
  • Historia de las Fuerzas Militares de Colombia de Editorial Planeta, 1993, Bogotá, Colombia; Tomos 3, 4 y 5.
  • von Rauch, Georg. "A South American Air War...The Leticia Conflict". Air Enthusiast Number 26, Diciembre 1984-Marzo1985. Bromley Kent UK: Pilot Press. ISSN 0143-5450. pp. 1–8.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]