Guerra Ndwandwe–Zulu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra Ndwandwe–Zulu
Data 1817 a 1819
Local Reino Zulu, África do Sul
Desfecho Vitória Zulu, Mfecane
Combatentes
Reino Zulu Ndwandwe
Principais líderes
Shaka Zulu Zwide
Forças
As forças são desconhecidas As forças são desconhecidas
Vítimas
As baixas são desconhecidas As baixas são desconhecidas

A Guerra Ndwandwe–Zulu ou Guerra Civil Zulu 1817-1819 foi uma guerra travada entre o reino zulu e a tribo Ndwandwe na África do Sul1 ..

Os Zulus eram originalmente uma pequena tribo que havia migrado para o planalto oriental da atual África do Sul. Eles se tornaram uma nação forte e tribal, em grande parte devido aos esforços de um cacique ambicioso chamado Shaka (reinou de 1787-1828). Um jovem rebelde, Shaka foi afastado de seu pai, que era um chefe Zulu, e tornou-se um guerreiro com o povo Mthethwa.O cacique Dingiswayo e Shaka tornaram-se reconhecidos como chefes dos Zulus da tribo Mtetwa, Shaka depois que o pai morreu em 1816. Os dois chefes eram amigos próximos, e seus guerreiros lutaram juntos contra o inimigo comum, como a tribo Ndwandwe liderada pelo rei Zwide. Após Dingiswayo ser assassinado por Zwide, as pessoas colocaram Mthethwa sob o comando de Shaka e tomaram o nome Zulu. Shaka revolucionou as formas tradicionais de combate ao introduzir a azagaia (lança que parecia ter uma luz na ponta), como uma arma, e organizar em unidades disciplinadas guerreiros que lutaram em formações cerradas para trás com grandes escudos de couro. Na Batalha de Gqokli Hill, em 1819, suas tropas e táticas prevaleceram sobre a superioridade numérica do povo Ndwandwe, que não conseguiu destruir o exército Zulu em seu primeiro encontro.

O Ndwandwe e os zulus reuniram-se novamente em combate na Batalha do Rio Mhlatuze em 1820. As táticas Zulus novamente prevaleceram, pressionando um ataque quando o exército Ndwandwe foi dividido durante a travessia do Rio Mhlatuze. Guerreiros Zulus chegaram na aldeia de Zwides perto da atual Nongoma antes da notícia da derrota, e se aproximaram do acampamento Ndwandwe cantando vitória. Zwide foi morto, e a maioria dos Ndwandwe abandonaram suas terras e migraram para o norte e leste. Este foi o início da Mfecane, uma migração catastrófica e sangrenta de muitas tribos diferentes na área, inicialmente escaparam dos zulus, causando sua própria destruição depois de adotar táticas Zulus na guerra. No entanto, esse desmembramento levou também à criação de novos estados, como o Império de Gaza, em Moçambique.

Referências