Gugelhupf

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kouglof

O Gugelhupf é um bolo típico da Áustria, sueste da Alemanha, Suíça e também da Alsácia (França), onde é chamado “kouglof”. Noutros países da região, a guloseima usa ainda outros nomes. [1]

O bolo cresce com base em levedura biológica dissolvida em leite, que é depois acrescentada à massa feita com farinha, ovos, manteiga e açúcar. Em algumas receitas, mistura-se ainda baunilha, casca de limão, passas de uva e amêndoas. O Gugelhupf é cozido numa forma tradicional, redonda e com um tubo no centro, também chamada “turbante”, que originalmente era feita em cerâmica; no entanto, qualquer forma redonda e com buraco, ou uma forma de “Bundt” podem ser usadas. [2]

Etimologia e variedades[editar | editar código-fonte]

Gugelhopf checo, do tipo mármore, chamado "Bábovka"; a parte escura da massa é proveniente de cacau.

A origem do nome Gugelhopf, ou das variantes deste nome, não são bem conhecidas. Uma das versões sugere que a primeira parte tem origem na palavra “Kugel”, do alto alemão antigo, que significava um objeto redondo e que terá originado a palavra em alemão “Bugel”, um pão ou bolo redondo (pode ainda estar na origem de “bagel”). Outra versão é que a palavra tenha origem no médio-alemão para capuz ou turbante. Os outros nomes do bolo na região (Europa oriental) não têm a mesma origem: "bábovka" na República Checa e “babka” na Polónia, mas nos Balcãs, a palavra usada é “kuglof” ou uma variante desta palavra. [2]

Formas para Gugelhupf pequenos

Para além da versão doce do bolo, também se faz uma salgada, sem açúcar e com pedaços de bacon, queijo e condimentos, que é servida com um copo de vinho. E, apesar do Gugelhupf ser normalmente um bolo grande, fabricam-se formas para bolos mais pequenos. [3]

Referências