Guilherme I, conde da Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato que se encontra na Catedral de San Juan de Besanzón.
Armas do Condado da Borgonha até ao século XIII

Guilherme I de Borgonha (1020 - Besançon, 1087), "O Grande" ou "O Imprudente" (em francês "Tête Hardi" = Cabeça Dura) foi conde da Borgonha e Mâcon desde 1057 até 1087[1] . A sua descendência esteve entre as mais conhecidas da Europa do seu tempo chegando a ter um filho papa. Faleceu na cidade de Besançon e encontra-se sepultado na Catedral de San Juan.

No ano de 1057, sucedeu ao seu pai reinando sobre territórios com maior extensão do que os territórios do Condado Franco.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Reinaldo I de Borgonha (990 - 3 de Setembro de 1057) e de Adelaide da Normandia (990 -?), filha de Ricardo II da Normandia (970 - 28 de Agosto de 1027) e de Judite de Bretanha (980 -?).

Foi casado com Estefânia da Borgonha (também identificada como Estefânia de Longwy ou também como Étiennette de Longwy, e tida como filha[2] de Adalberto da Lorena e de Clemência de Foix; embora muitas historiadores, atualmente não considerem estes dados como totalmente corretos, Tiveram:

  1. Reinaldo II de Borgonha (? - 1097) casado com Regina d' Oltigen, foi sucessor de seu pai à frente dos destinos do condado, faleceu na Primeira Cruzada.
  2. Estêvão I de Borgonha (também conhecido pela alcunha em francês "Tête Hardi", o "Cabeça Dura"), foi regente do condado na ausência de seu irmão Reinaldo II. Foi casado com Beatriz da Lorena, filha de Geraldo I da Lorena. Estêvão veio a morrer na Guerra Santa durante a Cruzada de 1101.
  3. Raimundo de Borgonha, casado em 1090 com Urraca de Leão e Castela, rainha regente do reino de Castela.
  4. Guido de Viena, eleito Papa em 1119 na Abadia de Cluny, com o nome de Calisto II.
  5. Sibila (depois Mahaut, ou Matilde) (1065 - 1101), casada em 1080 com Odo I, Duque da Borgonha.
  6. Gisela, casada 1ª vez em 1090 com Humberto II de Saboia e 2ª vez com Renier I de Monferrato.
  7. Guilherme, fal. a 1090, sem mais informações.
  8. Berta, casou-se a 25 de Novembro de 1093 com o rei Afonso VI de Leão e Castela, de quem foi a terceira esposa. Ela faleceu sem gerar filhos.
  9. Eudes, filho mais velho, fal. a 1087.
  10. Hugo III, arcebispo de Besançon.
  11. Clemência da Borgonha, casada 1ª vez com Roberto II da Flandres, conde de Flandres, foi regente da Flandres durante a ausência do marido. Casou-se 2ª vez c. Godofredo I de Brabante.
  12. Estefânia (ou Étiennette, em francês), casou-se com Lambert François de Valence.
  13. Ermentrude, casada em 1065 com Thierry I de Montbéliard.
  14. E talvez mais uma filha.

Referências

  1. Les Comtes Palatins de Bourgogne, Thierry Le Hête, Thierry Le Hête, 1ª Edição, La Bonneville-sur-Iton, 1995, pág. 44.
  2. Ela foi identificada como a filha de Adalberto da Lorena , em um artigo de Szabolcs de Vajay em Annales de Bourgogne , XXXII :247-267 (out-dez 1960), mas o autor, posteriormente fez uma retratação incondicional de esta afirmação em " Parlons bis d'Etiennette "em Prosopographica et genealógica, Vol. 3 Onomastique dans l'Occident et Parente medieval, KSB Keats-Rohan e C. Settipani, eds. (2000), pp 2-6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]