Gundemaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Estátua de Gundemaro.

Gundemaro, rei dos Visigodos entre 610 e 612.

Gundemaro prosseguiu a política de amizade com Clotário II da Nêustria e com Teodoberto II da Austrásia. Com esse propósito, enviou-lhes avultadas quantias de dinheiro para os apoiar na luta contra Teodorico II da Borgonha, primo e irmão daqueles. Noutras ocasiões, deu mostras de hostilidade para com Brunhilda.

Em 611 houve planos para revivescer a quádrupla aliança estabelecida inicialmente no tempo do rei Viterico, mas a morte de Gundemaro inviabilizou o projecto.

Faleceu em Toledo, de morte natural, entre Fevereiro e Março de 612. As guerras civis e rebeliões que se seguiram provocaram a perda de poder dos monarcas a favor dos nobres e da Igreja. Sucedeu-lhe Sisebuto, um homem de letras.

Precedido por
Viterico
Rei Visigodo de Toledo
610612
Sucedido por
Sisebuto


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da península Ibérica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.