Gustav Andreas Tammann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gustav Andreas Tammann
Astronomia
Nacionalidade Suíça Suíço
Nascimento 24 de julho de 1932 (82 anos)
Local Göttingen
Atividade
Campo(s) Astronomia
Prêmio(s) Medalha Albert Einstein (2000), Prêmio Tomalla (2000), Medalha Karl Schwarzschild (2005)

Gustav Andreas Tammann (24 de julho de 1932) é um astrônomo suíço.

Tammann estudou astronomia em Basileia e em Göttingen. Em 1963 foi trabalhar no Observatório Monte Wilson e no Observatório Palomar, iniciando um trabalho conjunto duradouro com Allan Rex Sandage.

Em 1972 foi professor da Universidade de Hamburgo. De 1977 até aposentar-se foi professor e diretor do Instituto Astronômico da Universidade de Basileia.

Tammann dedicou-se ao estudo da escala de distâncias cósmicas, lei de Hubble-Humason, e assim com os indicadores de distâncias cósmicas representados por supernovas e cefeidas. Tammann e Sandage defenderam nos anos 1990 valores para a constante de Hubble de 50 a 60. Atualmente um valor de 72 é favorizado, com idade do universo de 13 bilhões de anos.

G. A. Tammann é neto do químico Gustav Tammann.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.