Gyula Zsengellér

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gyula Zsengellér
Informações pessoais
Nome completo Gyula Zsengellér
Data de nasc. 27 de dezembro de 1915
Local de nasc. Cegléd, Flag of Austria-Hungary (1869-1918).svg Áustria-Hungria
Falecido em 29 de março de 1999 (83 anos)
Local da morte Nicósia,  Chipre
Altura 1,77 m
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1935-36
1936-47
1947-49
1949-50
1951-53
Salgótarjáni TC
Újpest FC
AS Roma
AC Ancona
Deportivo Samarios
24 (19)
303 (368)
34 (6)

37 (23)
Seleção nacional
1936-47 Seleção Húngara de Futebol 39 (33)
Times que treinou
1950
1951-53
1953-56
1956-57
1958-59
1959-61
1961-62
1962-64
1964-65
1965-66
1966-68
1968-70
1970-72
1972-74
1974-76
1976-79
AS Cosenza
Deportivo Samarios (jogador-técnico)
Pezoporikos Larnaca
APOEL FC
Cyprus
AS Cosenza
Salernitana
US Sarom Racenna
Apollon Kalamarias
APOEL FC
Pezoporikos Larnaca
Anorthosis Famagusta
AS Cosenza (assistente)
Olympiakos Volos
APOEL FC
APOP Paphos

Gyula Zsengellér (Cegléd, 27 de dezembro de 1915  — Nicósia, 29 de março de 1999) foi um futebolista húngaro, considerado uma das maiores lendas do Újpest FC, onde disputou 303 partidas e marcou 368 gols. Ele também destacou-se por integrar a Seleção Húngara de Futebol vice-campeã da Copa do Mundo FIFA de 1938, onde foi o segundo maior artilheiro, atrás de Leônidas da Silva, do Brasil. marcou um hat trick no jogo contra a Suécia.[1]

Sua primeira partida internacional aconteceu em 2 de dezembro de 1936, quando a Hungria perdeu de 6-2 para a Inglaterra. No total, ele jogou 39 partidas pela Seleção e anotou 33 gols. Zsengellér é o oitavo maior artilheiro da seleção Hungria de todos os tempos.

Gyula também disputou 325 partidas no Campeonato Húngaro de Futebol e marcou 387 gols entre 1935 e 1947, tornando-se assim o terceiro maior da história. Iniciou sua carreira profissional no modesto Salgotarjani TC, tendo transferindo-se para o Újpest FC em 1936. Zsengellér ficou 11 anos no clube onde tornou-se ídolo, até partir para a AS Roma. Na virada da década foi para o Associazione Calcio Ancona e encerrou sua carreira profissional em 1952 no time colombiano Deportivo Samarios.

Ele foi o artilheiro da Liga Húngara em cinco temporadas: 1938, 1939, 1943, 1944 e 1945. Conquistou o prêmio Bota de Ouro Europeu em 1939 e 1945. Após encerrar a carreira como jogador, Gyula iniciou uma longa e sucessiva carreira como técnico, trabalho na Itália e no Chipre. Venceu o Campeonato Cipriota de Futebol com o Pezoporikos Larnaca em 1954 e a Copa do Chipre com o APOEL FC em 1976. Assumiu o comando da Seleção Cipriota de Futebol entre 1958 e 1959. Faleceu em 1999 com 83 anos.

Referências

  1. FIFA.com - 1938 FIFA World Cup France ™. www.fifa.com. Página visitada em 12 de Janeiro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]