Hélio Holanda Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hélio Holanda Melo
Nacionalidade Brasil

Hélio Holanda Melo (Vila Antimari, Boca do Acre, 20 de julho de 1926Goiânia, 22 de março de 2001) foi um artista plástico, compositor, músico e escritor brasileiro, nascido no Estado do Amazonas. Foi também seringueiro, no seringal Senapólis, catraieiro, na travessia de pessoas entre as margens do rio Acre, barbeiro e vigia de empresa estatal.

Melo cursou até a terceira série do 1ª grau e, aos oito anos de idade, já desenhava, como pintor autodidata, utilizando o nanquim e tintas naturais que preparava a partir do sumo que extraía de plantas.

Em sua homenagem, o governo do Acre criou um espaço cultural – o Theatro Hélio Melo – com capacidade de 150 lugares.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vive sua infancia e juventude nos seringais Floresta e Senápolis, deixa o seringal aos 33 anos de idade, para conhecer novos mundos, já despontava autodidaticamente pequenos desenhos e rabiscos. Com a morte da mãe vai para a cidade de Rio Branco, inicia seus primeiros contatos com as artes e objetos de desenho. Como todo o seringueiro a sobrevivência era essencial, passou a trabalhar como catraieiro fazendo a travessia de pessoas no Rio Acre, com a chegada das pontes sobre Rio Acre deixou a atividade, iniciando o trabalho de barbeiro ambulante. No ano de 1975 começa a trabalhar como vigia. Em 1978 é incentivado por Genésio Fernandes e Gregório Filho então Presidente da Fundação de Cultura do Acre a produzir mais desenhos para expor na Biblioteca Pública, daí começa a surgir o artista Hélio Melo [1]

Exposições no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Departamento de Atividades Culturais (DAC), Rio Branco, Acre, 1978 (Coletiva).
  • Centro de Artesanato, Rio Branco, 1978 (Coletiva)
  • Fundação Cultural de Brasilia, Distrito Federal, 1979 (Coletiva)
  • Universidade Federal do Acre, Rio Branco, 1979 (Coletiva)
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Rio Branco, 1980 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Galeria de Arte da Tijuca, Rio de Janeiro, 1980 (Individual)
  • Casa de Cultura de Pernambuco, Recife, 1981 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio, Recife, 1981 (Individual)
  • Galeria Sérgio Millet, FUNARTE, Rio de Janeiro, 1981 (Individual)
  • Feira da Providência, Universidade Santa Úrsula, Rio de Janeiro, 1981 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio, Aracaju, Sergipe, 1981 (Coletiva)
  • IV Salão Nacional de Artes Plásticas, FUNARTE, Rio de Janeiro, 1981 (Coletiva)
  • Mostra de Desenho, Museu de Arte de Belo Horizonte, Minas Gerais, 1983 (Coletiva)
  • Serviço Social do Comércio, Rio Branco, Acre, 1982 (Individual)
  • Exposição no Salão Paranaense, Curitiba, Paraná, 1982 (Coletiva)
  • Mostra de Desenho Brasileiro, Curitiba, Paraná, 1982 (Coletiva)
  • Serviço Social do Comércio, Rio Branco, Acre, 1983 (Individual)
  • Serviço Nacional do Comércio, Rio Branco, Acre, 1983(Individual)
  • Feira da Cultura Brasileira (BIENAL), São Paulo, 1983
  • Feira da Cultura, Curitiba, Paraná
  • Universidade Federal do Acre, Rio Branco, Acre, 1983 (Coletiva)
  • Exposição em Plácido de Castro, Acre, 1983 (Individual)
  • Exposição na Fundação Cultural do Acre, Rio Branco, Acre, 1983 (Individual)
  • Salão Nacional de Artes Plásticas, Rio de Janeiro, 1983 (Coletiva)
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Brasília, 1984 (Coletiva)
  • 7° Salão Nacional de Artes Plásticas - Rio de Janeiro - RJ -1985 (Coletiva)
  • Semana do Folclore, UFAC, Rio Branco, Acre (Coletiva)
  • Fundação Cultural do Acre, Rio Branco, Acre, 1984 (Individual)
  • Serviço Nacional do Comércio, Rio Branco, Acre, 1984 (Individual)
  • Palácio das Artes, Belo Horizontem, 1985
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Rio Branco, Acre, 1985 (Individual)
  • Exposição na UFAC, Rio Branco, Acre, 1985
  • Encontro Nacional do Seringueiro (Apresentação de música a desenhos), Brasília, 1985
  • 17° Salão Nacional de Arte, Museu de Arte de Belho Horizonte, Minas Gerais, 1985–1986 (Coletiva)
  • Salão Nacional de Artes Plásticas, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, 1985–1986
  • Encontro de Seringueiros de Xapuri, Xapuri, Acre, 1986
  • Feira dos Estados, Brasilia, 1986
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Rio Branco, Acre, 1986 (Individual)
  • Centro Nacional de Divulgação, FUNARTE, Brasilia, 1986 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio do Carmo, São Paulo-SP, 1986
  • Serviço Social do Comércio Campestre, São Paulo-SP, 1986
  • Feira de Santos - Santos - São Paulo -1986
  • Feira dos Estados, Brasilia, 1986
  • Galeria Artur Viana, Belém, Pará, 1986 (Individual)
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Rio Branco, Acre, 1987 (Individual)
  • Encontro dos Povos da Floresta, Rio Branco, Acre, 1989
  • Exposição na Prefeitura Municipal, São Paulo-SP, 1989 (Individual)
  • Fundação Chico Mendes, São Paulo-SP, 1989
  • Parque Lage, Rio de Janeiro, 1989
  • Rio-Cine-Festival, Rio de Janeiro, 1989
  • Exposição de desenhos, Xapuri, Acre, 1990
  • Circo Voador, EC01992, Rio de Janeiro–RJ, 1992
  • Galeria Sérgio Millet, Rio de Janeiro–RJ, 1992 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio, Salvador, Bahia, 1992 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Fortaleza, Ceará, 1992
  • BANERJ, Rio de Janeiro–RJ, 1992 (Individual)
  • Galeria Garibaldi Brasil, Rio Branco, Acre, 1993 (Individual)
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Rio Branco, Acre, 1994
  • Casa de Cultura, Brasilia, 1995
  • Senado Federal, Brasilia, 1995
  • Ministério da Cultura (Exposição I FUNARTE), Brasilia, 1995
  • Encontro Nacional dos Seringueiros, Brasilia, 1995
  • Centro Cultural Marieta Telles Machado, Goiânia, Goiás, 1995
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Rio Branco, Acre, 1996
  • Serviço Social do Comércio, Rio Branco, Acre, 1996
  • Parque Chico Mendes, Rio Branco, Acre, 1996
  • Colégio São José, Rio Branco, Acre, 1996
  • Exposição "Empate do Seringueiro", Brasília, 1997
  • Exposição de Desenhos sobre a Amazônia, Rio Branco, Acre, 1998
  • Exposição de Desenhos na inauguração da Casa Branca, Xapuri, Acre, 1998
  • Exposição durante um Curso de Enfermagem, Rio Grande do Norte, Natal,-1999
  • Museu da Vida, Espaço Cultural dos Correios, Rio de Janeiro–RJ, 1999
  • Colégio de Aplicação, Rio Branco, Acre, 1999
  • Teatrão, Fórum do Idoso, Comemoração aos Idosos, Rio Branco, Acre, 1999
  • Serviço Social do Comércio (SESC), Rio Branco, Acre, 1999

Exposições no exterior[editar | editar código-fonte]

  • Nouveau Salon de Paris, Paris, França, 1986 (Coletiva)
  • Museu de Smithsonian Institution (Amostra de desenho), Washington, EUA, 1988
  • Centro Missionário Diocesano, Chiesa de S. Cristoforo (Amostra de desenho), Luca, Itália, 1989
  • Amostra de desenho em Verona, Itália, 1989
  • Amostra de desenho em Florença, Itália, 1989
  • Amostra de desenho em Roma, Itália, 1989
  • Amostra de desenho em Pescara, Itália, 1989
  • Amostra no Fórum Global, Londres, Inglaterra, 1989
  • Exposição Itinerante Internacional "Arte Neo-Amazônica", Itália (Roma, Cremona, Mantova, Castel Goffredo, Grosseto), 1996

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • História da Amazônia
  • Experiência do Caçador a os Mistérios da Caça
  • Os Mistérios da Mata
  • Os Mistérios dos Pássaros
  • Os Mistérios dos Peixes a dos Répteis
  • Via Sacra na Amazônia
  • Como salvar nossa Floresta

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Medalha de Mérito Cultural, conferida pela Universidade Federal do Acre, em 1988
  • Medalha de Honra ao Mérito, conferida pelo Colégio Acreano, em 1989

Ver também[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.bibliotecadafloresta.ac.gov.br